Resumo da semana

Confira os destaques na área policial no Maranhão entre os dias 20 a 24 de junho

A semana foi marcada por vários crimes e um deles foi um feminicídio ocorrido na cidade de Governador Newton Bello.

Imirante.com

Ocorreram vários crimes durante a semana no Maranhão e um dos casos foi feminicídio, em Govenador Newton Bello.
Ocorreram vários crimes durante a semana no Maranhão e um dos casos foi feminicídio, em Govenador Newton Bello. (Foto: André Nadler)

MARANHÃO -  Ocorreram vários crimes em todo o Maranhão. Na cidade de Governador Newton Bello foi registrado um crime de feminicídio. A polícia informou que um homem matou a golpes de marreta a própria esposa e foi preso em flagrante.

Ainda houve um motim no presídio, em Bacabal. Segundo a polícia, a rebelião teria sido iniciada após os internos tentar matar dois custodiados que tiveram relação sexual homoafetiva. Também uma jovem foi morta dentro de casa, em Porto Franco. Veja o resumo da semana:

 

Segunda-feira, 20 de junho

Decretada prisão preventiva de internos que participaram de motim em presídio de Bacabal: sete detentos tiveram a prisão decretada pelo Poder Judiciário e a rebelião teria sido iniciada após tentar matar dois custodiados que tiveram relação sexual homoafetiva.

Fugitivo do Piauí morre durante tentativa de assalto a banco em São Mateus: Nilton César Silva Aguiar fugiu de uma das unidades prisionais da capital piauiense e acabou morrendo ao trocar tiros com o vigilante do banco.

Jovem é assassinada dentro de casas na cidade de Porto Franco: Elaine Falcão dos Santos foi morta de forma violenta e, segundo a polícia, contou com a participação de faccionados. O caso é investigado pela Polícia Civil.


Terça-feira, 21 de junho

Faccionados suspeitos de assassinato são presos na Grande Ilha: a polícia informou que os detidos teriam matado um motorista de frete e o corpo jogado em córrego, no Jardim Tropical, em São José de Ribamar.

PRF apreende mais de R$ 60 mil dentro de um veículo na BR-222, em Santa Inês: os ocupantes do carro foram levados a delegacia para esclarecimentos pelos crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de bens, direitos e valores.

Piloto morre após queda de avião agrícola em fazenda na cidade de Arari: a vítima do acidente foi identificada como Moacir Ferreira Pinto Neto, de 25 anos, nasceu em Araxá, em Minas Gerais. O corpo foi removido para o IML, em São Luís.

 

Quarta-feira, 22 de junho

PM usa motocicleta de professor para perseguir suspeitos de homicídios em Timon: na tentativa de fugir do cerco policial, os criminosos, que estavam em um carro, entraram na contramão na ponte que liga o Maranhão ao Piauí.

Acidente na BR-135, na capital, resulta na morte de motociclista: a vítima estava conduzindo uma BIZ e o caso está sendo investigado pela equipe da Delegacia de Acidente de Trânsito (DAT), no São Francisco.

Assaltante rouba veículos, atira em vítima e morre após trocar tiros com a PM: Gustavo Nepomuceno, de 23 anos, é suspeito de assalto na cidade de Imperatriz, trocou tiros com militares, foi baleado e morreu no hospital. Em poder dele, a polícia apreendeu munições e arma de fogo.

 

Quinta-feira, 23 de junho

Preso homem suspeito de matar a própria esposa a golpes de marreta no Maranhão: o crime de feminicídio ocorreu na residência do casal, no município de Governador Newton Bello, e o suspeito foi preso em flagrante.

Estrangeiro investigado por fraude no sistema financeiro da China é preso em São Luís: o chinês, de 56 anos, estava sendo procurado pela INTERPOL e foi preso no centro comercial da capital maranhense pela Polícia Federal.

 

Sexta-feira, 24 de junho

Mulher é encontrada morta com sinais de violência em Caxias: Maria Francisca Gonzaga da Silva, de 38 anos, foi encontrada sem vida, nas proximidades da feirinha da Volta Redonda, e, de acordo com a polícia, o principal suspeito é o ex-companheiro da vítima.

Suspeito de comandar organização criminosa no Ceará é preso em Chapadinha: Alexandre Ximenes de Carvalho, também identificado como Jacaré ou Pica-Pau, vinha sendo investigado há dois meses e suspeito de homicídio, tráfico de droga, violação de domicílio, uso de documento falso e estupro.



 



 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.