Ataque criminoso

Criminosos matam duas pessoas e deixam seis feridos em bar no interior do Maranhão

De acordo com o delegado regional Ivonio Ribeiro, da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), os criminosos pretendiam matar rivais no tráfico de drogas que estariam no bar.
Liliane Cutrim/Imirante.com19/07/2021 às 19h58
Criminosos matam duas pessoas e deixam seis feridos em bar no interior do MaranhãoImagem ilustrativa. (Foto: divulgação)

PRESIDENTE JUSCELINO – Duas pessoas morreram e seis ficaram feridas durante um ataque criminoso na cidade de Presidente Juscelino, no fim da noite desse domingo (18). Segundo a polícia, seis bandidos foram até um bar da cidade e atiraram contra as pessoas que estavam no local, oito foram baleadas, sendo que duas delas, Antônio Cardoso dos Santos Filho e Carlos Henrique Nascimento Santos, foram a óbito.

De acordo com o delegado regional Ivonio Ribeiro, da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), os criminosos pretendiam matar rivais no tráfico de drogas que estariam no bar.

“Eles tomaram um veículo Sandero de assalto na cidade de Axixá, na noite de domingo, e após a tomada desse veículo eles foram para o bar do Netinho onde já sabiam que teria alguns rivais ali por disputa pelo tráfico de drogas. Ao chegar lá, quatro indivíduos encapuzados e com coletes balísticos, com armas de fotos e com apoio de duas motocicletas atiram de forma indiscriminada, com a intenção de ceifar a vida de rivais pela disputa de alguns pontos de tráfico de drogas. Após isso, eles se deslocaram por uma estrada vicinal até o município de Itapecuru e, quando chegaram no povoado Arraial, abandonaram o veículo e tomaram rumo ignorado”, explicou o delegado Ivonio Ribeiro.

A polícia continua as buscas pelos criminosos, que ainda não foram presos nem identificados.

Ainda de acordo com o delegado, as vítimas do atentado não eram os alvos dos bandidos. “A informação que nós temos é que não seriam os alvos prioritários ali dessa ação. Foram pessoas que estavam no local errado e na hora errada e foram vitimadas”, afirmou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.