Pergentino Holanda

Uma noite no Cabana

Mais: Sistema Fiema na Expoema

PH

Lourenço Vieira da Silva com o casal Márcio Rocha Gomes e sua charmosa esposa Anny Kristen
Lourenço Vieira da Silva com o casal Márcio Rocha Gomes e sua charmosa esposa Anny Kristen

Presenças de grande charme e simpatia no restaurante Cabana do Sol, da Ponta do Farol: o engenheiro agrônomo Lourenço Vieira da Silva com o casal Márcio Rocha Gomes e sua charmosa esposa Anny Kristen

----------------------------------------------------

A semana começou com a designer Cintia Klamt Motta e o arquiteto Fernando Motta tirando as últimas dúvidas com Soraia Fialho (ao seu lado o amado Pádua Weber) para tocar de vez a ampla reforma do mais famoso restaurante de comidas sertanejas desta Capital: o Cabana do Sol da Ponta do Farol.

Por lá circulavam Lourenço Vieira da Silva com Márcio Rocha Gomes (sua irmã, a sempre linda Ingrid Gomes, mora em Miami), Benjamin Franklin Alves com João Marcelo Sá, que anunciava aos quatro ventos o seu projeto de fazer uma grande festa de Réveillon no restaurante Illa.

Antes, no dia 26 de novembro, João Marcelo participa da produção de uma grande festa eletrônica, no Palazzo Eventos, lembrando os bons tempos da Boate Genesis.

 Sistema Fiema na Expoema

Até o dia 11 de setembro, o Sesi-MA e o Senai-MA apresentam portfólio de serviços em stand montado na 62ª Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema).

O Sesi oferece serviços na área de saúde ocupacional e odontologia. Já o Senai trabalha com a oferta de serviços de inovação, tecnologia e educação profissional.

O agronegócio é uma vocação do estado e é por meio dele que a agroindústria, como frigoríficos e laticínios, obtém as matérias-primas para desenvolver suas atividades industriais. 

Sistema Fiema na Expoema...2

O presidente da Fiema, Edilson Baldez, esteve na abertura da exposição e disse que a Federação sempre apoia e trabalha junto com os demais setores empresariais.

“Precisamos adensar essas cadeias produtivas para que possamos, de uma vez por todas, sair desse baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e avançar no caminho da competitividade com os demais estados.  Não podemos deixar de apoiar o agronegócio porque é por meio dessa produção que podemos criar mais empregos e renda para beneficiar a sociedade”, justificou Baldez. 

 Quanto à participação do Sesi e do Senai, Baldez disse que tanto o agronegócio quanto a agroindústria precisam desenvolver novas tecnologias e inovar.

Sistema Fiema na Expoema...3

Para o vice-presidente executivo da Fiema e presidente do Centro das Indústrias do Maranhão (Cimar), Cláudio Azevedo,  a Federação é a entidade mais representantiva do setor produtivo no estado.

Por isso, apoia a Expoema, que é a demonstração da força da agropecuária e da agroindústria do estado com a geração de negócios em áreas como vendas de máquinas agrícolas e animais. 

Azevedo já esteve à frente da Associação de Criadores do Maranhão, entidade que realiza a Expoema.

 

Candidato a deputado estadual, o ex-prefeito de Primeira Cruz, Sergio Albuquerque Bogéa, em campanha ao lado da mãe Maria da Graça Albuquerque e da irmã Ludmila Fecury
Candidato a deputado estadual, o ex-prefeito de Primeira Cruz, Sergio Albuquerque Bogéa, em campanha ao lado da mãe Maria da Graça Albuquerque e da irmã Ludmila Fecury

Coligação bororóbláblábá

A lei exige que ao final da propaganda política sejam mencionados os partidos que integram a coligação, mas quem diz que o eleitor consegue entender o que estão dizendo? Para não gastar tempo, alguns aceleram tanto a citação que se consegue ouvir alguma coisa parecida com bororóbláblábábororó. Trata-se de um desrespeito ao eleitor.

A escola dos partidos é a propaganda de remédios, que termina com "ao persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado".

Nos dois casos, deveria existir um limite para a aceleração.

DE RELANCE

 A imprensa sadia

A política sempre teve um componente de emoção, as campanhas aproveitam esse clima e não tem nada errado nisso, faz parte do jogo democrático.

A imprensa, porém, tem a missão de ir além do discurso da propaganda e puxar as candidaturas ao mundo real, aos fatos, às contradições, aos gargalos das políticas públicas e aos desafios que se impõem às suas promessas.

É isso que a boa imprensa deve buscar. Com olhar didático voltado a esclarecer temas áridos ao leitor, explorar os problemas, as soluções e os compromissos dos concorrentes que desejam administrar o Estado e o país.

Pobre Argentina!

O país que vive uma das piores crises dos últimos anos – com taxa de inflação de 70% ao ano, em seu terceiro ministro da Economia em um mês, praticamente sem acesso a capital internacional e devendo mais de US$ 40 bilhões ao Fundo Monetário Internacional (FMI) – mergulha, agora, em uma onda de violência política e radicalização com potencial de jogar a segunda maior economia da América do Sul alguns metros abaixo do fundo do poço.

Potiguar homenageia São Luís

Há 41 anos está presente com seus produtos nos lares de São Luís, o Grupo Potiguar é uma empresa genuinamente maranhense, fundada pelo empresário Vieira Brasil e atualmente comandada pelo seu filho, o visionário empresário Marcelo Júlio Vieira Brasil.

Valorizar a cultura maranhense também está no DNA da Potiguar, que além de apoiar artistas e eventos culturais, promove ações que contribuem para elevar a estima e o sentimento de pertencimento dos são-luisenses à bela Ilha do Amor. E nesses 410 anos de São Luís a empresa presta uma homenagem e tanto à cidade, que há 25 anos é Patrimônio Cultural da Humanidade por seu rico acervo arquitetônico e colonial.

Trata-se da edição especial de azulejos com inspiração colonial, com nomes de cidades portuguesas. Essa coleção foi desenvolvida pela fábrica Pierini sob encomenda para a Potiguar. E  já está à vendas em todas as lojas do Grupo.

Potiguar homenageia São Luís...2

A coleção de azulejos é uma oportunidade para os maranhenses usarem algo tão bonito e ao mesmo tempo tão histórico em suas futuras reformas e construções.

Oficialmente, a coleção será lançada em uma solenidade, em parceria com a Fundação Municipal de Patrimônio Histórico de São Luís, neste mês de setembro.

A coleção de revestimentos temáticos é composta por quatro modelos de azulejos no tamanho de 15 cm x 15 cm, com nomes alusivos às cidades portuguesas: Loures; Cascais, Sines e Lagos. E são ideais para uso em piscinas, lareiras, fachadas, churrasqueiras, cozinhas, banheiros, áreas externas e internas.

Vale lembrar que, segundo historiadores, os azulejos coloniais portugueses além de lindos, serviam para minimizar a sensação térmica, reduzindo o calor nos imóveis.

 

Os Diretores do Grupo Potiguar Adriano Pestana (Comercial) e Camila Brasil (MKT) exibindo o selo dos 25 anos do Patrimônio Histórico São Luís, da campanha apoiada pela Potiguar.
Os Diretores do Grupo Potiguar Adriano Pestana (Comercial) e Camila Brasil (MKT) exibindo o selo dos 25 anos do Patrimônio Histórico São Luís, da campanha apoiada pela Potiguar.
Azulejo Lagos, que integra a coleção especial criada pelo Grupo Potiguar para os 410 anos de São Luís.
Azulejo Lagos, que integra a coleção especial criada pelo Grupo Potiguar para os 410 anos de São Luís.

 Caderneta de Vacinação

A Caderneta de Vacinação é um documento individual que os profissionais de saúde usam para acompanhar todo o histórico vacinal de cada brasileiro. Além disso, permite aos pais e responsáveis o acompanhamento e controle sobre as vacinas e situação vacinal de seus filhos, até mesmo, a sua.

O documento possibilita também a avaliação de quais vacinas ainda faltam receber, especialmente aquelas que precisam de mais de uma dose.

Pediatras ressaltam que é preciso que pais e mães mantenham a caderneta de vacinação de seus filhos atualizada.

Caderneta de Vacinação...2

Em caso de perda da Caderneta de Vacinação, o Ministério da Saúde recomenda que o indivíduo procure pelo posto de saúde onde habitualmente recebe as vacinas para o resgate do histórico de vacinação e fazer a segunda via do documento. 

Pais e responsáveis por crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade, a dica é aproveitar a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação, que acontece até o dia 9 de setembro para atualizar a caderneta de vacinação.

Não percam mais essa oportunidade!

Festival Guarnicê

As tradicionais ações formativas do Festival Guarnicê de Cinema estão com inscrições abertas até o dia 7 de setembro.

O evento disponibilizará oficinas de crítica e direção cinematográfica, dois minicursos, uma programação de jogos digitais e vagas para ouvintes no seminário “Ciência Cine Guarnicê”.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site guarnice.ufma.br. As vagas são limitadas e o critério de seleção para todas as ações formativas é a ordem de inscrição. 

Um dos destaques das ações formativas do festival é o seminário “Ciência Cine Guarnicê”, que será realizado entre os dias 27 e 29 de setembro. Pela manhã, ocorrerão conferências no Palácio Cristo Rei com transmissão ao vivo no canal do Guarnicê no Youtube. 

Voto no exterior

Neste ano, mais de 697 mil brasileiros que moram em outros países poderão ir às urnas em outubro e votar para os cargos de presidente e vice-presidente da República.

O número representa um aumento de 39,21% em relação a 2018, quando foram realizadas as últimas Eleições Gerais.

No pleito de 2022, a votação ocorrerá em 181 cidades estrangeiras, de Xangai, na China, a Nova York, nos Estados Unidos.

Em abril, o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou a instalação de postos de votação fora da sede das embaixadas e repartições consulares em 21 países.

Voto no exterior...2

A decisão atendeu a um pedido feito pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), que apontou a necessidade de criação de novas seções eleitorais para abarcar o índice crescente de eleitores que não votam no Brasil.

Vale lembrar que o voto é facultativo para menores de 18 anos, maiores de 70 e pessoas analfabetas.

Sendo assim, brasileiros maiores de idade que residem no exterior devem cumprir as obrigações eleitorais e votar, ao menos, para escolher os candidatos à Presidência e à Vice-Presidência.

Para escrever na pedra:

“Nem a juventude sabe o que pode, nem a velhice pode o que sabe”. De José Saramago, em A Caverna

TRIVIAL VARIADO

As celebrações do aniversário de 410 anos de São Luís, que acontecem de 5 a 11 de setembro, na Praça Maria Aragão, terão uma programação cultural especial, com artistas locais e nacionais, contemplando os mais variados ritmos musicais.

No capítulo: para garantir conforto e comodidade ao público, a Prefeitura de São Luís irá disponibilizar serviços de saúde, segurança, fiscalização de comércio informal, entre outros. Também será disponibilizada uma frota reserva de ônibus que ficará no Terminal de Integração da Praia Grande.

Tem mais: para garantir as viagens ao público que comparecer à Praça Maria Aragão, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), disponibiliza ônibus até domingo, das 22h às 2h, no Terminal da Praia Grande, com o objetivo de atender ao público que vai prestigiar a programação cultural dos 410 anos.

Leitora desta coluna pergunta: por que o fim da obrigatoriedade de votar nunca entra na pauta política? Simplíssimo de entender minha cara. No mundo político se considera de forma quase consensual (com razão) que se o Brasil acabar com a obrigatoriedade do voto automaticamente inaugura um novo modelo de corrupção, o que vai comprar o interesse em votar. Já viu?

Finalmente, a Câmara dos Deputados aprovou o regime de urgência para o Projeto de Lei 1435/2022, que estabelece o reajuste anual para os repasses a Santas Casas e hospitais filantrópicos. Pelo que sopram nas finanças das instituições similares em todo o pais – no Maranhão, inclusive –, em torno de 2.500, melhor seria se pudesse botar urgência urgentíssima.

Tem mais: O caso é grave. Os filantrópicos já acumulam um déficit expressivo por conta do congelamento da tabela do SUS nos últimos cinco anos.

Corrida do tempo: falta um dia para o Sete de Setembro; 26 dias para as eleições e 116 dias para o fim do ano.

Festa da Independência: fechado desde 2013 para restauração, o Museu do Ipiranga vai reabrir ao público no próximo dia 8 de setembro, em São Paulo.

“Atendimento inesquecível” foi o tema da capacitação ministrada pela Faculdade de Negócios Faene aos seus funcionários na semana passada. Foi uma tarde-noite para a discussão de melhorias, transformações e evoluções dentro da área de atendimento ao público, tendo “sinergia” como palavra-chave.

Em tempo: a instituição com cursos de graduação e pós-graduação e fica localizada no Residencial Pinheiro.  

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.