No Maranhão

Suspeito de desviar mercadorias, funcionário dos Correios é preso em Campestre do Maranhão

Diversos itens que deveriam ter sido entregues foram encontrados na casa do investigado, segundo a Polícia Federal.
Imirante.com, com informações da Polícia Federal07/10/2021 às 09h33
Suspeito de desviar mercadorias, funcionário dos Correios é preso em Campestre do MaranhãoMaterial apreendido pela Polícia Federal. (Foto: Divulgação/Polícia Federal)

CAMPESTRE DO MARANHÃO - A Delegacia da Polícia Federal de Imperatriz cumpriu, nessa quarta-feira (6), na cidade de Campestre do Maranhão, um mandado de busca e apreensão na casa de um funcionário dos Correios suspeito de desviar diversos itens do fluxo postal da empresa pública.

Durante o cumprimento do mandado, foram encontradas na residência do investigado as mercadorias que estavam sendo monitoradas e que deveriam ser entregues aos destinatários no dia 5. Além disso, os policiais federais encontraram, no lixo, diversas notas fiscais em nome de terceiros.

Segundo a investigação, o suspeito praticava o desvio de forma reiterada, o que incluiu a rota postal como "uma das mais ofensoras do indicador de extravios do Estado do Maranhão", segundo a PF. O suspeito foi preso em flagrante pelo crime do Art. 312 do Código penal, cuja pena máxima é de 12 anos de prisão.

Em nota, os Correios informam que a operação da Polícia Federal (PF) é uma ação conjunta entre os Correios e a PF. Ainda segundo os Correios, a estatal já adotou, de imediato, todas as medidas disciplinares que o caso requer.

Veja a nota na íntegra:

Sobre a operação da Polícia Federal deflagrada na cidade de Campestre/MA, trata-se de ação conjunta, realizada entre os Correios e a PF, por meio de fornecimento de informações ao órgão de segurança. As ações de busca e apreensão realizadas são resultado do desdobramento das investigações que estão sendo conduzidas pela PF.

Os Correios continuam colaborando com as autoridades e reafirmam que consideram inaceitável a conduta do empregado, totalmente dissociada dos padrões e valores defendidos pelos Correios. Por essa razão, a estatal já adotou, de imediato, todas as medidas disciplinares que o caso requer.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.