Busca e apreensão

Polícia Civil investiga desvio de bens apreendidos no Fórum de Chapadinha

A polícia constatou que alguns celulares, originalmente apreendidos pela polícia e encaminhados para o Judiciário, estavam sendo utilizados por terceiros, com linhas ativas.

Imirante.com

- Atualizada em 26/03/2022 às 19h17
Os mandados foram cumpridos pela Polícia Civil do Maranhão em endereços residenciais e no Setor de Distribuição do Fórum da comarca, como parte das investigações a respeito do desvio de bens apreendidos em inquéritos policiais em Chapadinha.
Os mandados foram cumpridos pela Polícia Civil do Maranhão em endereços residenciais e no Setor de Distribuição do Fórum da comarca, como parte das investigações a respeito do desvio de bens apreendidos em inquéritos policiais em Chapadinha. (Foto: Divulgação/TJ-MA)

CHAPADINHA – Na manhã desta quarta-feira (27), foram cumpridos três mandados de busca e apreensão na cidade de Chapadinha e um em Mata Roma. Os mandados foram cumpridos pela Polícia Civil do Maranhão em endereços residenciais e no Setor de Distribuição do Fórum da comarca, como parte das investigações a respeito do desvio de bens apreendidos em inquéritos policiais em Chapadinha.

Com base em solicitação da Direção do Fórum, a Polícia Civil abriu uma investigação sobre o furto de itens de dentro de uma Secretaria Judicial. A situação estaria acontecendo desde o início de 2020. Foi constatado que os termos de remessa eram adulterados para suprimir a descrição de alguns bens apreendidos pela polícia, como dinheiro, celulares, armas, munições e objetos relacionados ao tráfico, como balanças de precisão. Esse termo adulterado era enviado no lugar do original para a Secretaria Judicial.

O avanço das apurações apontou que alguns celulares, originalmente apreendidos pela polícia e encaminhados para o Judiciário, estavam sendo utilizados por terceiros, com linhas ativas.

Um dos aparelhos de celular desviados estava habilitado com uma linha em nome do sobrinho de um servidor público lotado no Setor de Distribuição do Fórum de Chapadinha. Ele tinha a função de receber os inquéritos e objetos enviados pela polícia.

Ao pedido de busca e apreensão apresentado pelos delegados da Polícia Civil de Chapadinha, a 2ª Promotoria de Justiça da comarca acrescentou diligências, como a busca e apreensão dentro do Setor de Distribuição do Fórum, em busca de documentos que pudessem comprovar as fraudes e o uso de computadores para manipulação dos documentos.

Além disso, o MP-MA solicitou a quebra de sigilo telemático de aparelhos de telefonia celular, os quais eram bens apreendidos e foram desviados dentro do Fórum. Essa demanda também foi deferida e a decisão já foi encaminhada para cumprimento pela empresa Google INC.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.