Análise

Grupo de Flávio Dino apresenta mais sinais de racha

Informações de que Dino deveria deixar o governo ainda em 2021 e críticas à gestão de Educação no Maranhão são sinais claros de que o racha acontecerá
Gilberto Léda/ da Editoria de Política14/07/2021 às 18h19
Grupo de Flávio Dino apresenta mais sinais de rachaRacha na base de Flávio Dino tem sinais mais evidentes a cada movimento de seus aliados (Foto: Reprodução / YouTube)

Movimentos e declarações recentes de agentes de proa do grupo do governador Flávio Dino (PSB) sinalizam - cada vez mais forte - que a base aliada ao Palácio dos Leões está mesmo muito próxima de um racha por conta das eleições de 2022.

No centro da contenda seguem o vice-governador, Carlos Brandão (PSDB), e o senador Weverton Rocha (PDT).

E foi do entorno do pedetista o primeiro mais novo sinal de afastamento.

Aliados do senador andaram comentando em rodas políticas que o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSDB), aliado de Brandão, havia mencionado a possibilidade de o governador Flávio Dino antecipar sua saída do posto.

Dino efetivamente deixará o governo para ser candidato a senador. Mas apenas em abril. O próprio Zé Reinaldo tratou de desmentir o boato sobre a tal antecipação.

Não satisfeito, o próprio Weverton foi à TV, no domingo, 11, em propaganda partidária, fazer críticas à gestão estadual de Educação.

Atingiu, de uma vez só, Flávio Dino e o secretário Felipe Camarão.

Dois dias depois, na terça-feira, 13, o contra-ataque: Zé Reinaldo concedeu nova entrevista na qual criticou o que considerou “açodamento" do grupo de Weverton no debate.

“É um açodamento mesmo. Levado pela insegurança, pela falta de credibilidade e pela falta do que dizer para a população do Maranhão”, disse.

Isso tudo menos de uma semana depois de o governador reunir todo mundo no Palácio dos Leões os fazer assinar uma carta com o compromisso de unidade para o pleito do ano que vem.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.