Janssen

Grande São Luís terá prioridade na aplicação das mais de 90 mil doses de vacinas da Janssen, anuncia Flávio Dino

Orientação de priorizar capitais e regiões metropolitanas com a Janssen, de dose única, é do Ministério da Saúde; mais de 90 mil doses da vacina chegam ao Maranhão na segunda-feira (14).
Adriano Soares / Imirante.com11/06/2021 às 11h38
Grande São Luís terá prioridade na aplicação das mais de 90 mil doses de vacinas da Janssen, anuncia Flávio DinoFlávio Dino durante entrevista coletiva. (Foto: Reprodução / YouTube)

SÃO LUÍS – Em coletiva de imprensa virtual, realizada na manhã desta sexta-feira (11), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), fez um panorama e anunciou novas medidas de combate ao coronavírus no Estado.

Leia também:

Maranhão registra 34 mortes e 1.461 casos confirmados de Covid-19 nas últimas 24 horas

Cinco mil pessoas foram vacinadas contra a Covid no Arraial da Vacinação, na Grande SL

São Luís abre cadastro para vacinação contra Covid-19 de pessoas com 25 anos ou mais

Durante a coletiva, Flávio Dino rebateu e classificou como irresponsável o pedido de parecer do presidente Jair Bolsonaro que quer desobrigar o uso de máscara, nos vacinados, no Brasil. Segundo o governador, no Maranhão, permanece e permanecerá em vigor, enquanto necessário, a norma que determina o uso de máscara em locais de aglomeração pública. “Não há horizonte, de curto prazo, de retirada da obrigatoriedade do uso de máscara no Maranhão. Acredito que chagaremos, sim, a esse momento. Graças a Deus, chegaremos. Mas não chegamos ainda”, disse Dino.

Avanço da vacinação em São Luís

Na coletiva de imprensa, Flávio Dino também explicou o motivo pelo qual São Luís está avançando mais que os outros municípios na campanha de vacinação contra a Covid-19. De acordo com Dino, a capital maranhense avança devido ao lote de vacinas Pfizer que foram enviadas exclusivamente para a Ilha, além das 300 mil doses extras que São Luís recebeu em face da cepa indiana identificada em tripulantes de um navio chinês ancorado a 50 km da costa maranhense. “Então, não há privilégio ou tratamento desfavorável, em relação a quem quer que seja”, explicou o governador.

Vacina da Janssen

Estão previstas para chegarem ao maranhão, na próxima segunda-feira (14), o primeiro lote com 90.700 vacinas da Janssen (Johnson & Johnson), de dose única, com prazo de validade curto, para o dia 27 de junho. De acordo com Flávio Dino, a orientação do Ministério da Saúde é que seja priorizado, o tanto quanto possível, capitais e regiões metropolitanas, e que as diretrizes de expansão, ou seja, para além das capitais e municípios vizinhos, fossem definidas pelo Estado.

“Então, novamente, em razão dessa orientação do Ministério da Saúde, a vacina Janssen, em face do curto prazo de validade, não será distribuída para todos os 217 municípios do Maranhão. Provavelmente, essas vacinas serão concentradas em poucas cidades (além de São Luís e região metropolitana) para que o governo do Estado possa coordenar a rápida aplicação”, disse Flávio Dino.

Arraiais da vacinação

Flávio Dino, mais uma vez, ressaltou os arraiais da vacinação que serão realizados a partir desta sexta-feira na Grande São Luís e Timon, município a 428 km da capital maranhense.

Na Grande Ilha, o arraial da vacinação ocorre no estacionamento de um shopping situado em São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís, com início às 19h desta sexta, finalizado às 12h de domingo (13).

Já em Timon, o arraial ocorre neste sábado (12), no Cocais Shopping (drive-thru) e no Ginásio Francisco C. Jansem (ponto físico), das 8h às 18h, para pessoas de 50 anos ou mais.

Segundo Flávio Dino, este é o maior mutirão de vacinação contra a Covid-19 no Brasil. “Vamos continuar com os arraiais durante todo o mês de junho. Vamos premiar o esforço dos municípios que mais avançaram na vacinação”, afirmou o governador.

Segundo levantamento divulgado pelo jornal Folha de S. Paulo e atualizado às 20h15 de terça-feira (8), o Estado já aplicou a primeira dose da vacina em 29,7% de sua população adulta, colocando o Maranhão 11 posições acima no ranking nacional da vacinação contra a Covid-19, já que há exatamente dois meses, o Estado ocupava a 24ª posição, com 10,5% das pessoas com mais de 18 anos de idades inoculadas com a dose inicial. Contabilizando os números da primeira e segunda dose, o estado já ultrapassou a marca de 2 milhões de doses aplicadas contra a Covid-19.

Prorrogação de medidas restritivas

Flávio Dino também anunciou a prorrogação das medidas restritivas em vigor até dia 21 de junho. O comércio e a indústria podem funcionar de 9h às 21h. Já bares e restaurantes, até às 23h. Supermercados das 6h à 0h. Além deles, supermercados, academias, salões, bares e restaurantes estão autorizados a funcionar, todos com apenas 50% da capacidade total.

Coronavírus no Maranhão

De acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (SES), divulgado na noite dessa quinta-feira (10), o Maranhão tem 8.434 mortes e 299.139 casos confirmados da Covid-19. Segundo a SES, foram contabilizados 34 óbitos e 1.461 pessoas infectadas pelo coronavírus nas últimas 24 horas no Estado, sendo 160 na Grande Ilha de São Luís, 63 em Imperatriz e 1.238 nos demais municípios. A taxa de letalidade da doença no Maranhão, por sua vez, registrou queda e está em 2,81%.

Taxa de ocupação de leitos

Ainda segundo o boletim epidemiológico da SES, a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes com a Covid-19, na Grande Ilha, segue alta e está em 97,77%. Isso significa que apenas nove leitos estão desocupados, dos 279 existentes.

Em Imperatriz, segunda maior cidade do Estado, a taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 70,83%. O dado representa que o município tem 21 leitos disponíveis para receber pacientes com a Covid-19, dos 72 existentes.

Nas demais regiões do Estado, segundo o relatório da SES, a taxa de ocupação é de 87,65%. Isso representa que 30 leitos estão disponíveis, dos 243 existentes.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.