VÍDEO

Policial militar é autuado por abuso de autoridade após sacar arma e causar confusão em condomínio

Imagens mostram agressões e correria; o caso aconteceu na Maiobinha.
Imirante.com02/02/2021 às 07h04

SÃO JOSÉ DE RIBAMAR – Um policial militar foi conduzido à delegacia por abuso de autoridade no fim de semana. Imagens, registradas por testemunhas e enviadas ao Imirante.com, mostram agressões e correria em um condomínio, no bairro Maiobinha, na região metropolitana de São Luís.

Os vídeos mostram que já era noite no momento da confusão, que acabou se generalizando. Segundo relato de uma testemunha, o tumulto começou no momento em que o policial militar estava com amigos na área de lazer do condomínio, onde ingeriam bebida alcoólica. “O porteiro tenta impedir excessos e sofre agressão, é ameaçado, moradores tentam defender porteiro e também são agredidos”, conta.

Foto: Reprodução.

A pessoa, que filma a ação, conta ainda que o policial sacou uma arma de fogo. Até o portão do condomínio foi danificado, e o porteiro teve seu celular tomado, de acordo com testemunhas.

Leia mais:

Vídeo mostra policial militar atacando jovem com golpe de "voadora" durante festa

VÍDEO: policial atira em homem durante abordagem violenta; PMs foram afastados

Irmãs de rapaz espancado em Caxias denunciam abuso de autoridade

No vídeo abaixo é possível ver um homem correndo com uma arma de fogo em uma das mãos. Ele olha para cima e percebe que está sendo filmado por um morador. Segundo a pessoa que registra as imagens, trata-se do PM, que estava sem farda.

Questionada pelo Imirante.com, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) não detalhou o caso e informou apenas que o PM foi conduzido à Delegacia da Cidade Operária (Decop) e autuado por abuso de autoridade. Leia a nota:

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) informa que o policial foi conduzido para a Delegacia da Cidade Operária (Decop) e foi autuado por abuso de autoridade.

O Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) ressalta que não compactua ou legitima condutas cujas ações não coadunam com os princípios profissionais e éticos que orientam as atividades da corporação.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.