Cidades | PRISÃO

PM é preso suspeito de participação no triplo homicídio na zona rural de São Luís

Hamilton Caires Linhares chegava para trabalhar, nesta segunda-feira (7), quando foi preso.
OESTADOMA.COM07/01/2019 às 12h06
Os três jovens foram assassinados na última quinta (3). / Foto: Divulgação

SÃO LUÍS – Na manhã desta segunda-feira (7), a Polícia Civil prendeu o policial militar Hamilton Caires Linhares, o qual é suspeito de envolvimento na morte dos três jovens, no bairro Coquilho, zona rural de São Luís. A informação foi confirmada pelo secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela.

Policial militar Hamilton Caires Linhares. / Foto: Divulgação

A polícia chegou até o PM Hamilton, após colher depoimento de testemunhas, as quais informaram que o PM era conhecido na região. Ainda não foi divulgado qual seria o nível de participação do policial militar no caso.

O pedido de prisão temporária, válida por 30 dias, foi representada ainda no domingo (6). O PM Hamilton Caires Linhares, que é lotado na Companhia de Operações Especiais (COI), foi preso na manhã desta segunda, quando o PM se apresentou no local de trabalho.

Hamilton Caires, que já chegou na COI acompanhado de seu advogado, foi encaminhado para a sede do Comando-Geral da Polícia Militar em São Luís.

A arma do policial militar foi apreendida e será periciada.

De acordo com o superintendente de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), Lúcio Rogério Reis, é possível que todos os envolvidos no assassinato tenham a identidade revelada ainda nesta segunda. Há a suspeita de que outros três policiais e um agente penitenciário também estejam envolvidos no crime.

Saiba Mais:

Polícia colhe depoimentos sobre triplo homicídio na zona rural de SL

Participação policial é apontada em investigação de triplo homicídio

Três adolescentes são encontrados mortos na zona rural de São Luís

Após homicídio de adolescentes, moradores ateiam fogo em ônibus e máquinas

Entenda o caso:

Os três adolescentes, identificados como Gustavo Feitosa Monroe, de 18 anos, Joanderson da Silva Diniz, 17 anos e Gildean Castro Silva, de 14, foram executadas com tiros de pistola .40, na cabeça e na nuca.

O crime aconteceu no bairro Coquilho, zona rural de São Luís, na última quinta-feira (3).

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.