Polícia | Violência

Homem é vítima de crime de latrocínio em São José de Ribamar

Alex Branco Cantanhede foi assassinado a tiros no bairro Moropoia, no último domingo; este foi o segundo crime dessa natureza registrado este mês, na Região Metropolitana de São Luís
Daniel Júnior 25/12/2018
Homem é vítima de crime de latrocínio em São José de RibamarArma de fogo foi o instrumento usado pelos criminosos em cinco dos 13 homicídios registrados este mês (Divulgação)

São Luís – Vítima de latrocínio (roubo ou tentativa de roubo seguida de morte), Alex Branco Cantanhede, de 37 anos, foi morto a tiros no último domingo, 23, no bairro Moropoia, em São José de Ribamar. Este foi o segundo caso de latrocínio registrado este mês pela Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) na Região Metropolitana de São Luís. O corpo de Alex Branco foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), para autópsia.

O outro caso de latrocínio ocorreu no último dia 16 de dezembro, no bairro Vera Cruz, em São Luís. José Carlos Nogueira Sirino, de 48 anos, foi assassinado a tiros pelos criminosos.

No mês anterior, três crimes dessa natureza foram contabilizados pela SSP, todos na Grande São Luís. No dia 25 de novembro, Elias Júlio Alves Correia, de 45 anos, foi morto a tiros no Residencial Ribeira, na zona rural de São Luís. Marcos de Abreu Reis, de 28 anos, também foi vítima de latrocínio no dia 15 de novembro, no bairro Maracanã. O crime foi consumado por arma de fogo.

Na madrugada do dia 4 de novembro, Luciano de Carvalho, de 28 anos, foi assassinado por tiros e golpes de arma branca, na Vila Sebastião, no Coroadinho.

Homicídios
Dezembro registrou 15 homicídios, até ontem. Desses, 13 ocorreram em São Luís e dois em São José de Ribamar. Cinco crimes desse tipo foram consumados por arma de fogo, oito a golpes de faca e dois por outros meios, que não foram revelados. Os bairros de São Luís onde ocorreram os homicídios foram: Maranhão Novo, Camboa, Estiva, Residencial Nice Lobão, Vila dos Frades, Itapera, Andiroba, Porto Grande, Ilhinha, Centro, Vila Luisão, Planalto Vinhais II e José Reinaldo Tavares. Em São José de Ribamar, os homicídios foram registrados na região central da cidade e no Parque Araçagi.

Vítimas no mês de dezembro
Diego da Conceição Silva - 22 anos; Não Identificada (sexo masculino); Jacknilson Rodrigues da Silva - 24 anos; Uberlan Gomes Feitosa - 25 anos; Matheus Pereira Aires - 22 anos; Alex Marcos Pereira Coelho - 22 anos; José Ribamar Lima Costa - 45 anos; Juan Paulo Andrade Medeiros - 31 anos; Não Identificada (sexo feminino); Flávio Bezerra Campos - 27 anos; Thainon da Silva Fonseca - 23 anos; Marcolino Jeronimo C. Leite Neto - 42 anos; Manoel Ferreira da Silva Gomes - 43 anos; Gilson José Cantanhede Pires Júnior - 20 anos, e Tarcísio William Santos Gaspar - 24 anos. l

SAIBA MAIS:

Dados contabilizados pela Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) revelam que no mês de novembro houve 23 homicídios, três latrocínios e oito mortes no trânsito – sendo cinco consideradas homicídio culposo (quando não há a intenção de matar) e outras três acidentes em que só envolveu um condutor, por exemplo, quando o motorista colide em poste ou árvore e, posteriormente, morre – na Grande São Luís, região composta pela capital, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

Arma de fogo foi o meio mais utilizado pelos assassinos na Grande São Luís, no mês anterior. Do total de homicídios, 18 foram consumados com revólveres, quatro por meio de arma branca (faca) e outro por outros meios não identificado pela SSP-MA. A maioria dos homicídios ocorreu na capital maranhense, foram 18. Em seguida vem São José de Ribamar, com três, e Paço do Lumiar, com dois.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte