Manifestação

Populares fecham a MA-206 em protesto por morte de empresário em Turiaçu

Nando Net foi morto a tiros dentro do posto de combustível em que era dono por dois criminosos e o caso é investigado pela SHPP.

Imirante.com

- Atualizada em 20/09/2022 às 17h50
Os manifestantes pedindo justiça pela morte do empresário Nando Net, em Turiaçu.
Os manifestantes pedindo justiça pela morte do empresário Nando Net, em Turiaçu. (Foto: Divulgação)

TURIAÇU - Populares interditaram, nesta terça-feira (20), a MA-206, em Turiaçu, interior do Maranhão, pedindo justiça pelo assassinato do empresário Jhonathan Fernando Cardoso Sousa, também conhecido como Nando Net, de 30 anos. De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi morta a tiros no dia 25 de agosto do mês passado dentro do posto de combustível em que era dono, em Turiaçu. Também era proprietário de um provedor de internet nessa cidade.

Leia também: 

Duas pessoas morrem em acidente entre viatura da Polícia Civil e motocicleta na cidade de Turiaçu

Homens são presos após expulsarem moradores de residência em Turiaçu

Os manifestantes fecharam a MA-206, que liga as cidades de Turiaçu a Santa Helena, interior, Baixada Maranhense, logo no período da manhã. Os moradores estavam com cartazes em que havia mensagem pedindo por justiça pela morte do empresário e agilidade na investigação. 

Pedaços de madeira foram colocados no meio da rodovia estadual e alguns manifestantes chegaram a atear fogo em pneus velhos que acabou formando uma cortina de fumaça. Vários veículos, inclusive, caminhões ficaram parados e acabou formando um engarrafamento na estrada. Os policiais militares foram acionados.

Mandante 

A morte de Nando Net é investigada pela equipe da Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP). A Polícia Civil informou que um empresário do ramo de posto de combustível, que é suspeito de ser o mandante desse crime, ainda na segunda-feira (19) foi ouvido na sede da SHPP, na beira-Mar, em São Luís. 

Ainda de acordo com a polícia, a pessoa foi ouvida, negou a autoria do homicídio e teve que ser liberada devido não haver uma ordem de prisão expedida pelo Poder Judiciário. A investigação e as buscas vão continuar sendo realizadas pela polícia com o objetivo de prender os dois executores do assassinato de Nando Net. 

Homicídio

Na noite do dia 25 de agosto deste ano, Nando Net estava no posto de combustível quando foi abordado por dois homens, não identificados, que estavam em uma motocicleta. Os criminosos primeiramente tentaram colocar o empresário dentro de um veículo, mas, não obtiveram sucesso.

A vítima ao tentar correr para uma área de matagal, localizada no fundo do posto de combustível, acabou levando vários tiros e morreu no local. Após o ato criminoso, os suspeitos fugiram. Há dois anos, Nando Net sofreu uma tentativa de homicídio. O veículo de Nando Net foi alvejado por criminosos na região.


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.