Eleições 2022

Reação de Roseana a post de Dino não afeta diálogos do MDB, diz Roberto Costa

Deputado viu como "natural" a resposta da emedebista a comentário do governador sobre empréstimos contraídos na gestão passada.

Clóvis Cabalau

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h33
Roberto Costa: "MDB continua aberto ao diálogo"
Roberto Costa: "MDB continua aberto ao diálogo" (Reprodução/TV Mirante)

SÃO LUÍS - O deputado estadual e vice-presidente estadual do MDB, Roberto Costa, atenuou a troca de farpas entre a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) e o governador Flávio Dino (PSB) em rede social. Roseana reagiu, ontem, a comentário de Dino sobre a obrigação do Estado de pagar empréstimos contraídos durante a gestão da emedebista.

Para Roberto Costa, a reação da governadora não compromete o canal de diálogo que o MDB tem aberto com todos os partidos e também pré-candidatos postos na disputa ao Governo do Estado este ano. “Mesmo com posições contraditórias, o respeito mútuo ainda tem se mantido entre as duas principais lideranças do estado que são a ex-governadora Roseana Sarney e o governador Flávio Dino. A verdade é que ninguém gosta de pagar empréstimo. Todos os governadores fizeram empréstimos e pagaram empréstimos. Como deputado, participei na Assembleia de pedidos de empréstimo de ambos, e foram medidas importantes para a realização de políticas públicas necessárias para o Maranhão”, salientou o deputado.

Costa considerou o comentário do governador e a reação da ex-governadora como atitudes naturais da política e que não devem comprometer diálogos do MDB para possíveis alianças nas eleições deste ano. “Creio que essas divergências naturais em nada vão atrapalhar os diálogos que estamos tendo com todos os setores da política do Maranhão. O partido continua aberto para conversar com todas as forças. E não tenho dúvida que a governadora nunca fugirá de um diálogo que possa representar ganhos para o estado”, avaliou.

O deputado reiterou a posição da Executiva Estadual do MDB de manter a pré-candidatura de Roseana ao Governo do Estado, mas preservando a possibilidade de conversas com todas as frentes políticas estaduais, inclusive com o próprio governador Flávio Dino. “Independentemente da situação de ontem, a ex-governadora pensará no Maranhão à frente das diferenças”, concluiu.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.