Homicídio

Comerciante é morto a tiros por faccionados na cidade de Pinheiro

A vítima foi baleada dentro do seu estabelecimento comercial e, de acordo com a polícia, o alvo dos criminosos seria Gato a Jato.

Imirante.com

- Atualizada em 26/04/2022 às 14h42
Comerciante é morto a tiros em Pinheiro.
Comerciante é morto a tiros em Pinheiro. (Foto: Divulgação)

PINHEIRO - O proprietário de um comércio, situado no bairro Vila Nova, em Pinheiro, interior do Maranhão, identificado como Manoel Balbino Correia, de 48 anos, morreu na noite de segunda-feira (25) após ser baleado, segundo a polícia, por faccionados.

Leia também em: 

Empresário é morto após se envolver em briga de casal, em Pinheiro

Mulher é presa suspeita de matar companheiro com facada no peito em Pinheiro

Os criminosos chegaram ao comércio da vítima efetuando vários tiros e tinham como alvo Marcos Carvalho Ferraz, também conhecido como ‘Gato a Jato’. Manoel Balbino e Maria Mendes de Araújo foram baleados e levados para o hospital dessa cidade.

Um sargento do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), não identificado, presenciou o ato criminoso e conseguiu balear e prender um dos suspeitos. Ainda de acordo com a polícia, Manoel Balbino chegou a ser atendido no hospital de Pinheiro, mas, morreu ao ser transferido para uma unidade de saúde, em São Luís. 

Mais ocorrência

Ainda na segunda-feira (25), em Pinheiro, a polícia prendeu em cumprimento de ordem judicial mais um faccionado suspeito de ter matado a tiros um adolescente, de 14 anos, e baleado uma criança, de 11 anos.

A polícia informou que as vítimas estavam brincando na praça quando foram baleadas por faccionados durante a noite do último dia 18. O ato criminoso teria sido m decorrência da disputa de facções na região da Dondona Soares, área central dessa cidade. No dia 19 deste mês, a polícia tinha efetuado a prisão de dois envolvidos desse crime, identificados como Locothoco  Braw. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.