Flip-Paraty (RJ)

Homenagear Paulo Freire e Maria Firmina dos Reis na Flip é simbólico, diz Galiana Brasil

Em entrevista ao Plugado, na Mirante FM, Galiana Brasil, gerente do Núcleo de Artes Cênicas, Literatura e Música do Itaú Cultural, fala da importância das práticas filosóficas e pedagógicas para a feira e o restante do Brasil.

Pedro Sobrinho / Jornalista

- Atualizada em 25/11/2022 às 23h14

O Itaú Cultural volta a participar da Flip com homenagem a Paulo Freire em espaço na Praça Aberta. Entre fotos, vídeos, documentos históricos e manuscritos de obras do educador, que integraram a 53ª edição da série Ocupação dedicada a ele na instituição, o visitante da Flip - FEIRA LITERÁRIA INTERNACIONAL DE PARATY, no RIO DE JANEIRO, encontra um panorama sobre a vida e obra freiriana, até domingo (27/11).. Ao mesmo tempo, outro recorte da exposição está a partir desta quinta-feira (25/11), Museu do Estado de Pernambuco.

Paulo Freire - Foto: Maurício Novaes
Paulo Freire - Foto: Maurício Novaes

Em entrevista ao PLUGADO, na MIRANTE FM, na noite desta sexta-feira (25/11), GALIANA BRASIL, gerente do Núcleo de Artes Cênicas, Literatura e Música do Itaú Cultural, fala da importância das práticas filosóficas e pedagógicas para a feira e o restante do Brasil.

E ao ser questionada da homenagem com a Ocupação Paulo Freire na Flip coincidir com a escritora maranhense MARIA FIRMINA DOS REIS ser a grande homenageada desta edição da feira, GALIANA define como simbólico o encontro de dois nomes expoentes da cultura brasileira.

- Vejo as homenagens com o escritor e pedagogo pernambucano Paulo Freire e a escritora maranhense Maria Firmina dos Reis com a grandiosidade da Flip como simbólico, pelo o que representa os dois. São nordestinos que viveram tempos distintos, mas que deixaram as suas marcas, um legado revolucionário, necessário para que todos os brasileiros tenham acesso - destaca.

recorte da mostra da série Ocupação exibida na instituição em São Paulo, no fim do ano passado e início deste. Parte da programação paralela ao evento, ela está em um espaço de 150 metros na Praça Aberta, localizada no Areal do Pontal, uma extensão da Praça da Matriz no centro da vila.

Com curadoria do Núcleo de Artes Cênicas, Literatura e Música e do Núcleo de Formação do Itaú Cultural,  Homenagem a Paulo Freire oferece ao público da Flip elementos para se aprofundar nas práticas filosóficas e pedagógicas do educador. Entre fotografias, documentos históricos, audiovisuais, manuscritos e outras peças, ali é revelada sua maneira de trabalhar e de entender a educação, seu método de alfabetização, principalmente a experiência de Angicos, e principais contribuições.

FLIP

Passados seis anos desde a última participação do Itaú Cultural na Flip, a instituição retorna nesses cinco dias da festa literária – de hoje a domingo – com Homenagem a Paulo Freire. Trata-se de um recorte da mostra da série Ocupação exibida na instituição em São Paulo, no fim do ano passado e início deste. Parte da programação paralela ao evento, ela está em um espaço de 150 metros na Praça Aberta, localizada no Areal do Pontal, uma extensão da Praça da Matriz no centro da vila.

Com curadoria do Núcleo de Artes Cênicas, Literatura e Música e do Núcleo de Formação do Itaú Cultural,  Homenagem a Paulo Freire oferece ao público da Flip elementos para se aprofundar nas práticas filosóficas e pedagógicas do educador. Entre fotografias, documentos históricos, audiovisuais, manuscritos e outras peças, ali é revelada sua maneira de trabalhar e de entender a educação, seu método de alfabetização, principalmente a experiência de Angicos, e principais contribuições.

Recorte semelhante foi exposto na 26ª Bienal do Livro, em julho deste ano, em estande compartilhado com o Itaú Social  de conteúdos especiais relacionados ao programa Leia com uma criança. Agora, de 25 de novembro (sexta-feira) a 12 de fevereiro de 2023, mais uma seleção de obras apresentadas na Ocupação Paulo Freire original, será vista na terra onde o educador nasceu, Pernambuco. A mostra é apresentada no Museu do Estado de Pernambuco (Mepe).

Participações

O Itaú Cultural teve participação histórica na Flip de 2012 a 2016, sempre contribuindo e ampliando o espaço para o debate e reflexões a respeito do fazer literário. A mais recente, há seis anos, culminou no Espaço Itaú Cultural de Literatura, em uma casa situada no centro histórico da vila de Paraty. Ali foi realizado o ciclo De onde escrevo, um encontro especial do público, jornalistas e editores com cinco mulheres escritoras: Ana Maria Gonçalves, Andréa Del Fuego, Conceição Evaristo, Maria Valéria Rezende e Roberta Estrela D’Alva. A programação variada prosseguiu nesse ambiente de reunião entre leitores, autores, mídia e profissionais do mercado editorial com uma grade diversificada formada por minicurso, saraus, encontros e debates.

SERVIÇO

Itaú Cultural na Flip
Homenagem a Paulo Freire
De 23 a 27 de novembro (quarta-feira a domingo)
Visitação: 23 a 26 de novembro, das 10h às 22h e 27 de novembro, das 10h às 16h
Praça Aberta – Areal do Pontal no centro histórico de Paraty

 

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.