Tragédia

Grávida de cinco meses morre eletrocutada em São Luís

A jovem de 24 anos lavava roupas em casa, quando sofreu uma descarga elétrica.
Imirante.com, com informações da Mirante AM15/02/2016 às 16h44

SÃO LUÍS – Na manhã desta segunda-feira (15), uma jovem de 24 anos, identificada como Vanessa Araújo Barros, morreu após sofrer uma descarga elétrica dentro de casa, na Vila Janaína, em São Luís.

Segundo testemunhas, a vítima, que tinha um filho de 4 anos e estava grávida de 5 meses, lavava roupas em casa, quando pegou uma extensão para ligar uma máquina de lavar. Como a jovem estava com o corpo molhado, acabou sofrendo uma descarga elétrica.

Na hora do acidente, a vítima estava na companhia do filho. Os vizinhos, ao perceberem que a jovem estava sendo eletrocutada, ainda correram para tentar prestar socorro, mas Vanessa já havia morrido.

O corpo da jovem já deu entrada no Instituo Médico Legal (IML) de São Luís para ser periciado.

Alerta

No ano passado, a Associação Brasileira de Conscientização apontou que o número de acidentes provocados por choques elétricos aumentou no Brasil, sendo que a maioria deles acontece dentro de casa.

Em 2014, 627 pessoas morreram eletrocutadas, um aumento de 17% em relação a 2013. Ainda de acordo com a Associação, as regiões onde se concentram os maiores números de mortes são as regiões Nordeste, com 266 mortes, e a Sudeste, com 123.

Ainda em 2015, a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) fez uma campanha alertando os consumidores quanto à necessidade de prevenir os choques elétricos.

Relembre: Campanha alerta a população sobre acidentes com energia elétrica

Veja dicas para evitar choques elétricos

1. Antes de qualquer conserto nas instalações elétricas internas, desligue a chave geral (disjuntor). Para facilitar, identifique com etiquetas o quadro de luz.

2. Para se proteger dentro de casa, a dica principal é fazer a manutenção da rede elétrica a cada 10 anos, no máximo.

3. Tomadas ou interruptores com partes derretidas ou queimadas devem ser substituídos.

4. Para troca de temperatura, é importante o chuveiro estar desligado, e o corpo não estar molhado. Além disso, é bom usar chinelo de borracha para trocar a temperatura do chuveiro, mas, como alertou o químico Luiz Fernando Pereira, o chinelo não é tão eficaz na prevenção de choques muito intensos, é apenas um cuidado a mais.

5. A água pura não conduz eletricidade, mas, se tiver cloro, sal ou alguma outra substância, já vira condutora elétrica. Por isso, durante uma tempestade, é recomendado sair imediatamente do mar ou da piscina para evitar um choque por um raio.

6. As tomadas devem ser mantidas protegidas, principalmente em famílias com crianças e animais. Você pode utilizar o protetor de tomada e, caso não tenha, pode usar um esparadrapo e jamais deve introduzir qualquer objeto em seus orifícios. Cuide também para que os fios dos aparelhos não estejam esticados ou em locais de passagem.

7. Evite ligar vários aparelhos elétricos em uma mesma tomada ou a utilização de extensores ou “gambiarras”.

8. Não se esqueça de verificar sempre a voltagem correta do aparelho antes de conectá-lo à rede elétrica. Observe o diâmetro dos pinos e jamais force a conexão deles em uma tomada. E não esqueça: nunca retire qualquer pino dos plugues, isso pode causar sobrecarga e graves acidentes.

9. Desligue e retire o plugue da tomada quando for limpar os aparelhos eletrodomésticos.

10. As emendas de fios devem ser revestidas por fita isolante ou devem ser usados conectores apropriados. Fios desencapados podem causar choques elétricos, curtos-circuitos, superaquecimento e até incêndios.

11. Na rua, a dica é manter-se sempre afastado da fiação elétrica, especialmente dos fios que não estão encapados já que os choques podem ser perigosos.

12. Aparelhos eletrônicos, inclusive, devem ficar afastados da pia, chuveiro ou banheira porque, se caírem na água, podem sofrer uma pane elétrica e dar um choque em quem estiver usando.

13. Caso alguém leve um choque, a primeira medida a ser tomada é desligar a chave elétrica da casa, em sequência chame ajuda ou ligue para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no 192, deite a pessoa e cheque a sua respiração e o pulso no pescoço. Se não houver batimentos, faça massagem cardíaca.
Não é recomendado encostar-se na pessoa que está levando o choque, porque isso pode ser fatal. Se não for possível desligar a chave geral, remova o fio ou a vítima com a ajuda de um material seco não condutor de energia, como madeira, cabo de vassoura, jornal dobrado, cano plástico, corda etc.

14. Em caso de raios ou trovões, a recomendação é tirar todos os aparelhos eletrônicos da tomada e evitar atender ao telefone para se proteger.

15. Cuidado com as lajes e construções de dois ou três pavimentos, que ficam mais próximas dos fios elétricos e cuidado com vergalhões, barra de ferro, trilhos de cortinas e outros materiais, para que não encostem aos fios.

16. Nunca tente podar árvores próximas à rede elétrica.

17. No caso de antenas de TV, só faça instalações se o tempo estiver bom e sempre longe dos fios elétricos, calculando a distância para que, em caso de queda, a antena não toque os fios, e caso ela caia em direção à rede elétrica, chame a empresa distribuidora de energia.

18. Oriente as crianças a soltarem pipas em locais afastados da rede elétrica, e se a pipa encostar nos fios elétricos, não tente tirá-la de jeito nenhum.

19. Não faça consertos nas instalações elétricas internas se não entender bem do assunto. Chame um profissional da área.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.