Política | Eleições 2020

SES divulga nota sobre suposto exame de Duarte Jr

Documento vazado por setores da imprensa que deputado pode ter ocultado infecção por Covid-19 por dias
José Linhares Jr12/11/2020 às 10h27
SES divulga nota sobre suposto exame de Duarte JrDeputado Duarte Jr nega autenticidade do exame vazado (Reprodução)

SÃO LUÍS - Por meio de nota no fim da manhã desta quinta-feira (12), a Secretaria de Estado da Saúde (SES) manifestou-se em relação ao suposto exame do candidato Duarte Jr (Republicanos). Vazado por alguns órgãos de imprensa, o suposto exame indica que o candidato, pelo menos, suspeitava de infecção por Covid-19 deste o dia 5 de novembro (data da realização do suposto exame) e que teve a certeza do caso no dia 8 de novembro (data em que teria recebido o resultado).

Após a divulgação do suposto exame, Duarte Jr negou a autenticidade do documento e acusou adversários de tentarem desestabilizar sua campanha. Segundo o candidato, o exame é falso apresentado em uma emissora de rádio da capital é falso e ele "nunca pisou" no laboratório apontado no documento.

Pouco esclarecedora, a nota da Secretaria de Saúde não nega e nem confirma a veracidade do documento creditado ao Laboratório Central (LACEN). Além disso, a secretaria afirma que cabe ao deputado Duarte Jr “as informações que entender cabíveis sobre seu estado de saúde”.

NOTA

Sobre a polêmica envolvendo exames do deputado estadual Duarte Júnior, esclarecemos que cabe à Secretaria de Estado da Saúde (SES) zelar pelo direito à privacidade dos cidadãos e cidadãs, assegurado pela Constituição Federal.

Desde o início da pandemia do coronavírus, com centenas de milhares de exames realizados, a SES jamais se manifestou sobre qualquer paciente individualmente, conduta essa que será mantida.

Assim, a princípio, cabe exclusivamente ao citado deputado prestar as informações que entender cabíveis sobre seu estado de saúde.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

Saiba mais de Política

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte