Captura

Suspeito de morte de "Louro" é preso no São Francisco

Wanderson dos Santos Silva estava no grupo que matou o motorista Luís Henrique Melo Matos, o Louro, no Calhau, no dia 6 do mês passado

Ismael Araújo

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h22
Wanderson dos Santos Silva foi preso pela morte de motorista
Wanderson dos Santos Silva foi preso pela morte de motorista (Wanderson)

SÃO LUÍS - Um cerco policial realizado durante a manhã desta sexta-feira, 4, no São Francisco, resultou na prisão de Wanderson dos Santos Silva, acusado da morte de Luís Henrique Melo Matos, o Louro, que era motorista do secretário adjunto de Comunicação e Assuntos Políticos do Governo do Estado, Ednaldo Neves (PC do B). O crime ocorreu no dia 6 do mês passado, no bairro do Calhau, nas proximidades do Marcus Barbosa Intelligente Office.

O caso está sendo investigado pela Superintendência de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP). Os policiais conseguiram localizar o Anderson e ainda faltam prender mais dois envolvidos nesse crime, que não tiveram seus nomes revelados. A vítima levou quatro tiros quando estava dentro do carro e morreu no local. Os suspeitos fugiram em um veículo Agile prata.

Assalto a banco

Integrantes de um bando interestadual especializado em roubo a banco, Antônio Lincoln Ponte Oliveira, de 31 anos, e Daniel Fernandes de Araújo, de 36 anos, foram presos na noite de quinta-feira, 2, em Cantanhede. A polícia informou que essa dupla ainda nesse dia teria instalados equipamentos de filmagem em dois caixas eletrônicos a uma agência bancária, no município de Matões do Norte.

Os bandidos chegaram a oferecer uma quantia de R$ 15 mil para não serem presos e foram autuados pelos crimes tentativa de furto qualificado e corrupção ativa. A polícia também constatou que a dupla já tinha sido presa nos estados do Rio Grande Norte, Minas Gerais e Ceará por roubo a banco.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.