Esporte | Na corda bamba

Em má fase, Sampaio pode piorar sua situação em caso de eliminações

Tricolor, que amarga jejum de vitória, tem partidas decisivas pela Copa do Nordeste e Estadual
Eduardo Lindoso / O Estado12/03/2019 às 17h06
Em má fase, Sampaio pode piorar sua situação em caso de eliminaçõesElenco do Sampaio e comissão técnica durante momento de oração no CT (Biné Morais / O ESTADO)

SÃO LUÍS – Não há tão ruim que não possa piorar. Infelizmente essa frase vem bem a calhar com o atual momento do Sampaio Corrêa. Isso porque a equipe, que atravessa má fase na temporada, com uma vitória nos últimos oito jogos, tem dois duelos decisivos nos próximos dias e possíveis tropeços podem piorar ainda mais a crise no clube. Nesta quinta-feira (14), a equipe tem uma partida decisiva para sua classificação na Copa do Nordeste e no fim de semana outro confronto importante para as pretensões da equipe no Maranhense. Ou seja, duas eliminações nestas competições devem acarretar ainda mais problemas e intranquilidade para jogadores e comissão técnica.

Mesmo depois da mudança de comando técnico, a equipe não consegue engrenar. Depois de quatro derrotas seguidas, veio uma vitória sobre o Santa Quitéria, pelo Estadual, no entanto, logo em seguida, veio mais um tropeço na Copa do Nordeste. Com a derrota para o Náutico, o time maranhense segue com apenas um ponto na competição regional. O que significa que um tropeço nesta quinta-feira pode tornar quase impossível a classificação para a próxima. Ou seja, o atual campeão nordestino pode cair no início do torneio.

“Não estamos felizes com o que vem acontecendo, mas todos estão trabalhando duro para encontrar o caminho das vitórias. Vejo que nossa equipe tem crescido sob o comando do professor Julinho, e temos tudo para conquistar os três pontos na próxima partida”, disse o atacante Samuel Samurai, que o artilheiro do time na temporada.

Risco no Estadual

No Campeonato Maranhense, apesar de a situação da Bolívia Querida ser um pouco melhor, existe também a possibilidade de uma desclassificação precoce, o que implicaria na ausência, por dois anos seguidos, do maior campeão maranhense nas semifinais do Estadual. Isso porque no ano passado o Sampaio também não avançou para o mata-mata.

Pelo Estadual, o time do técnico Julinho Santos enfrenta a equipe do Pinheiro, às 16h, deste domingo (17), no interior do estado. Uma derrota neste confronto, somada a outros resultados, pode tirar a equipe da competição.

Porém, antes deste safio, o Sampaio enfrenta o ABC, nesta quinta-feira (17), às 21h30, no estádio Castelão, pelo Nordestão.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte