Pleito

Erdogan anuncia eleições antecipadas na Turquia

Medida, que vinha sendo desmentida pelo presidente, veio um dia depois de um aliado ter apresentado proposta em favor

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h31

ANCARA - O presidente Recep Tayyip Erdogan anunciou ontem que a Turquia terá eleições presidenciais e legislativas em 24 de junho, um ano e meio antes da data prevista, um dia depois de um aliado ter apresentado a proposta de antecipação do pleito.

"Decidimos celebrar as eleições em 24 de junho de 2018", declarou Erdogan em uma entrevista coletiva em Ancara, depois de ter desmentido diversas vezes nas últimas semanas os "boatos" de eleições antecipadas.

Na terça-feira, 17, o Conselho de Segurança do Estado da Turquia, um órgão composto pelo pela cúpula do governo e os comandantes das Forças Armadas, recomendou nova prorrogação do estado de emergência no país, vigente desde o fracassado golpe de Estado de julho de 2016.

"O Conselho decidiu recomendar ao governo a extensão do estado de emergência. A medida é necessária para proteger os direitos e as liberdades dos cidadãos durante a luta contra as organizações terroristas em todo o país", afirmou o órgão em comunicado.

Ameaças

O texto cita três ameaças principais. Em primeiro lugar, a confraria do clérigo turco Fethullah Gülhen, exilado nos Estados Unidos, acusado pelo governo da Turquia de ter organizado o fracassado golpe de Estado de 2016.

As outras ameaças destacadas são o Estado Islâmico (EI) e os movimentos guerrilheiros curdos, unindo em um só item o Partido de Trabalhadores do Curdistão (PKK), as Unidades de Proteção Popular (YPG) e o grupo político ligado a elas, o Partido de União Democrática (PYD).

Desde o levante em julho de 2016, o estado de emergência foi renovado a cada três meses por recomendação do Conselho de Segurança Nacional. A extensão foi referendada facilmente no parlamento controlado pelo Partido Justiça e Desenvolvimento (AKP), liderado pelo presidente Erdogan. Com base na medida, foram demitidos mais de 120 mil funcionários públicos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.