Sujeira

Rua onde fica unidade de saúde está tomada pelo lixo

Na via, no Filipinho, onde fica o Centro de Atenção Integral à Saúde do Idoso (Caisi) há restos de comida, material plástico, papelão e móveis

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h51
Lixo se acumula no mato que cresce na sarjeta em frente a prédio
Lixo se acumula no mato que cresce na sarjeta em frente a prédio (Lixo)

A Rua Salvador de Oliveira, no Sítio Leal, Filipinho, onde fica o Centro de Atenção Integral à Saúde do Idoso (Caisi) está cheia de lixo. Restos de comida, material plástico, papelão, móveis usados, entre outros, são jogados na calçada lateral do centro ou nas calçadas das casas em frente ao local. A falta de limpeza da via pública fez algumas pessoas questionarem a higiene e qualidade do serviço prestado no centro.

A falta de cuidado com a limpeza pública no entorno do Caisi foi denunciada em uma rede social. Em seu perfil, uma pessoa postou duas fotos do lixo próximo ao muro da unidade e escreveu: “Se a direção do Centro de Atenção Integrada à Saúde do Idoso - Caisi não dá conta de limpar a fachada de sua sede, imagine em seu interior”. A postagem foi feita no início da manhã de ontem.

O Estado foi apurar a situação e constatou que não apenas o muro da unidade, mas diversos pontos da rua em que ela fica localizada estão com lixo acumulado. Na calçada lateral ao muro, sacolas plásticas, pedaços de papel e papelão dividem o espaço com a grama que já necessita de nova poda. Ao pé de uma árvore que fica na calçada dianteira do centro, mais lixo acumulado.
Em uma lixeira que fica na calçada ao lado do centro, praticamente não há mais espaço para sacos de lixos cheios.

Nas calçadas em frente à unida­de, mais exemplos da falta de higie­ne e preocupação da população com o descarte correto do lixo. Em frente a uma das casas, um peque­no armário de madeira foi abandonado. Em outra, restos de frango cru acumulam formigas, moscas e outros insetos. Em frente a outra residência há alguns buracos que acu­mulam água suja.

O Estado entrou em contato com a Prefeitura de São Luís para saber se a coleta de lixo está a regular na Rua Salvador de Olivei­ra, A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos informou que a coleta no bairro do Filipinho é realizada regularmente às segundas, quartas e sextas-feiras no período da manhã. A Semosp frisou que os resíduos encontrados no local citado na reportagem são fruto do descarte irregular e que realiza com regularidade a limpeza nesse ponto. O órgão também pede aos moradores que aguardem os dias de coleta para depositar o lixo doméstico em suas portas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.