Golpe

Weverton faz alerta para tentativa de golpe com conta falsa no whatsapp

Senador afirma não criminosos tentam se passar por ele aplicativo de troca de mensagens por celular.

Ipolítica

- Atualizada em 19/01/2023 às 10h52
Weverton Rocha denunciou tentativa de golpe em seu nome em conta de whatsapp
Weverton Rocha denunciou tentativa de golpe em seu nome em conta de whatsapp (Roque de Sá/Agência Senado)

SÃO LUÍS - O senador Weverton Rocha (PDT) acionou a polícia para denunciar uma tentativa de golpe envolvendo o seu nome, com uma conta falsa criada no no whatsapp, aplicativo de troca de mensagens instantâneas por celular. 

De acordo com o pedetista, criminosos têm entrado em contato com prefeituras para falar de doação de alimentos pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

“Um número desconhecido está se passando por mim e entrando em contato com as prefeituras para falar de doação de alimentos pela Conab. É golpe. Já estou tomando as medidas cabíveis junto à polícia e peço que não repassem dados para esse número”, escreveu em seu perfil em rede social.

Vítimas

Weverton não foi o primeiro político do Maranhão a ter nome envolvido ou se tornar vítima de golpe por meio de whatsapp.

Em 2018, por exemplo, os deputados estaduais Vinícius Louro (PR) e Valéria Macedo (PDT) tiveram suas contas do aplicativo clonadas. Os parlamentares informaram, por meio de notas distribuídas à imprensa, que foram vítimas do golpe praticado por supostos criminosos virtuais.  

A polícia, na ocasião, agiu para tentar identificar os criminosos. 

No ano passado, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB) denunciou por meio de seu perfil em rede social a tentativa de um golpe aplicado por criminosos com o o seu nome.

Ele afirmou que bandidos entraram em contato com pessoas próximos a ele, por meio do número de telefone (98) 98335-2224 [conta no WhatsApp], com a sua foto, para aplicar o golpes.

"Alerto os colegas parlamentares, amigos e familiares que neste domingo o número (98) 8335-2224 entrou em contato com pessoas próximas por meio do WhatsApp, passando-se por mim e utilizando a minha foto no perfil", escreveu.

Na ocasião, Othelino também denunciou o golpe às autoridades de segurança pública. 

Outros casos envolvendo deputados estaduais, federais - a exemplo de Aluisio Mendes -, e a senadora Eliziane Gama, também foram vítimas de golpes.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.