Reação

Exonerações na Semcas ampliam desgaste na gestão Braide

Prefeito de São Luís demitiu todos os comissionados da pasta após Câmara articular convocação de auxiliar de primeiro escalão.

Ronaldo Rocha / Ipolítica

Prefeito enfrenta oposição articulada na Câmara Municipal e sofre forte desgaste
Prefeito enfrenta oposição articulada na Câmara Municipal e sofre forte desgaste (Divulgação)

SÃO LUÍS - As exonerações determinadas pelo prefeito Eduardo Braide (PSD) de todo o corpo de comissionados da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) nesta terça-feira (6), ampliaram o desgaste da gestão do chefe do Executivo. 

As demissões ocorreram logo após a Câmara Municipal ter articulado a convocação da então titular da pasta, Ana Carla Figueiredo - o que ocorreria nesta quarta-feira -; para tratar a respeito de denúncias de supostas irregularidades na condução da secretaria.

Afastada da função, Ana Carla Figueiredo poderá comparecer a uma reunião com vereadores marcada para às 14h desta quarta-feira na Câmara, mas já não na condição de secretária.

Ao todo, os vereadores já definiram pela convocação ou convite para esclarecimentos de sete auxiliares de Braide. 

A ofensiva ocorre em meio à discussão da não liberação das emendas parlamentares. 

Braide não se posicionou publicamente o caso e ainda não explicou o motivo das exonerações na Semcas.

Crítica

Vereador de oposição e futuro presidente da Câmara Municipal, Paulo Victor (PCdoB), criticou a postura do prefeito da capital.

Em seu perfil em rede social, ele afirmou que há graves denúncias de nepotismos na Semcas.

“Após denúncias que fizemos à Câmara sobre nepotismo e favorecimento em contratos na Prefeitura, a secretária da Semcas foi afastada. Estamos atentos a qualquer irregularidade e continuaremos cobrando para que a gestão municipal seja coerente e fiel aos ludovicenses”, disse.

E completou: “Nada justifica tantas exonerações precoces para encobrir os erros de uma gestão com traços fortes de corrupção. Muitos servidores foram junto nessa medida sem explicações ou apuração adequada da Prefeitura. Estão pagando injustamente por uma gestão marcada por descaso e caos”, completou.

Sem números

O ato de exoneração de todos os comissionados da Semcas assinado pelo prefeito Eduardo Braide, não informa a quantidade de servidores demitidos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.