Entrevista

Amanda Gentil promete exercer um mandato municipalista na Câmara

Deputada federal eleita mais jovem do Brasil afirma que vai trabalhar em parceira com a população dos municípios e com os prefeitos.

Clóvis Cabalau/Ipolítica

SÃO LUÍS - Com 108.699 votos, Amanda Gentil (Progressistas) foi eleita, no domingo (2), a deputada federal mais jovem do Brasil, com apenas 23 anos. Filha do prefeito de Caxias, Fábio Gentil, e ex-secretária de Governo daquele município, ela foi uma das três mulheres eleitas para a bancada maranhense na Câmara Federal, fato jamais registrado na história desde a Constituição de 1988.

Em conversa com Imirante, Amanda Gentil atribuiu o resultado das urna ao trabalho realizado em Caxias, ao lado do pai, e ao esforço para levar sua mensagem ao todo o estado. Sobre os desafios na Câmara Federal, confia na capacidade de imprimir uma marca municipalista a seu mandato. “Vou estar de portas abertas para os prefeitos do Maranhão, para dialogar com todos e com a população”, salientou.

Quanto ao posicionamento do seu partido na disputa presidencial (o Progressistas está fechado com o presidente Jair Bolsonaro), disse que agirá de acordo com o posicionamento do seu grupo político.

Orçamento secreto; defesa das causas da mulher; e propostas que pretende pôr em prática na Câmara Federal também foram assuntos da conversa com o Imirante. Assista acima à íntegra da entrevista.

Leia também:

Iracema Vale: “Sou uma política do interior e quero trabalhar pela minha região”

Maranhão terá a maior bancada feminina na Câmara desde a Constituição de 1988

TSE terá medidas para evitar filas no segundo turno das eleições

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.