Morte violenta

Membros de facção criminosa são presos suspeitos de assassinato na Grande São Luís

Segundo a polícia, a vítima foi morta a tiros e era suspeita de comercializar droga na área do São Francisco.

Imirante.com

- Atualizada em 20/07/2022 às 14h31
Os detidos foram apresentados na sede da SHPP, na Beira-Mar.
Os detidos foram apresentados na sede da SHPP, na Beira-Mar. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS -  Dois integrantes de uma facção criminosa, que são suspeitos de cometer homicídio na Grande São Luís, foram presos nesta quarta-feira (20) por determinação judicial. Segundo a Polícia Civil, o assassinato aconteceu no dia 21 de novembro de 2021 e tendo como vítima Yuri Sharlesson Miranda Costa Filho, que teria envolvimento com venda de droga.

Leia também em: 

Polícia Civil tem 30 dias para apurar o assassinato do corretor de imóveis

Quatro faccionados acusados de assassinato são presos na Grande SL

Os detidos foram apresentados na sede da Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP), na Beira-Mar, onde prestaram esclarecimentos sobre o caso e, logo após, encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Ainda de acordo com a polícia, Yuri Miranda era suspeito de traficar droga para os detidos na área do São Francisco, mas, chegaram a ter uma desavença. Em razão dessa briga, um dos investigados, que é suspeito de ser torre de um grupo criminoso, determinou a morte de Yuri Miranda.

A vítima foi assassinada a tiros, na praça da Ponta do São Francisco e o corpo removido para o Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga. O caso é investigado pela equipe da SHPP.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.