Combustível

Gasmar aguarda contrato com duas empresas para viabilizar GNV

Gás Natural Veicular vai ser uma realidade nos postos do Maranhão, garante novo presidente da Companhia Maranhense de Gás, Alan Kardec Duailibe.

Clóvis Cabalau/Ipolítica

- Atualizada em 24/05/2022 às 09h46

SÃO LUÍS - Operar a distribuição do Gás Natural Veicular (GNV) no Maranhão, com foco na geração de emprego e renda, é uma dos desafios do novo presidente da Companhia Maranhense de Gás (Gasmar), o engenheiro eletricista e ex-diretor da Agência Nacional de Petróleo, Alan Kardec Duailibe. Ele adiantou que serão firmados contratos com duas novas empresas a fim garantir a disponibilidade do produto ao consumidor.

Leia também: Maranhão pode dispor do GNV até o fim deste ano, diz deputado

Em conversa com Imirante, Alan Kardec falou, ainda, sobre o desafio de adaptar a Gasmar à realidade internacional de transição do setor energético e, também, sobre como a tensão provocada pela guerra na Ucrânia em torno do fornecimento de gás natural pode beneficiar o Maranhão.

Assista acima à íntegra da entrevista.

Leia mais:

Governador anuncia nome do novo presidente da Gasmar

Deputados aprovam proposta que libera comercialização do GNV

A transição energética


 

https://imirante.com/noticias/sao-luis/2022/05/08/ipolitica-governador-do-maranhao-anuncia-nome-do-novo-presidente-da-gasmar


 

https://imirante.com/noticias/sao-luis/2022/03/29/ipolitica-deputados-aprovam-proposta-que-libera-comercializacao-do-gnv


 

https://imirante.com/noticias/sao-luis/2022/05/14/a-transicao-energetica


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.