Morte violenta

Homem é morto por faccionados na Vila Apaco, em São Luís

A vítima residia na Vila Riod e, segundo a polícia, teria saído de casa para cometer assaltos na área da Cidade Operária.

Imirante.com

O crime é investigado pela equipe da SHPP.
O crime é investigado pela equipe da SHPP. (SHPP)

SÃO LUÍS - O homem, identificado como Ismael Sousa, de 19 anos, foi morto por faccionados no começo da noite de sábado (30), na Vila Apaco, em São Luís. Segundo a polícia, a vítima fazia parte de uma facção criminosa e suspeito de cometer roubos na Grande Ilha.

Leia também:

Quatro faccionados acusados de assassinato são presos na Grande SL

Preso terceiro suspeito de envolvimento no assassinato de sargento da Polícia Militar em São Luís

Ainda de acordo com a polícia, Ismael Sousa residia na Vila Riod e tinha saído na tarde de sábado para se encontrar com alguns colegas para cometer assaltos no Jardim América, área da Cidade Operária.

Nas proximidades de uma empresa de ônibus, na Vila Apaco, ele foi baleado e morto por faccionados rivais. O corpo dele foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, para ser necropsiado. O caso é investigado pela equipe da Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas.

Afogamento

Mais dois corpos deram entrada no IML, no sábado e um deles foi identificado como Ryan Bayama dos Santos, de 14 anos. A polícia informou que o adolescente morreu afogado na praia do Olho d’Água. 

Ele estava participando de um evento evangélico quanto entrou no mar acabou se afogando. O corpo dele foi resgatado pelos bombeiros militares, com apoio da equipe do Centro Tático Aéreo (CTA).

O outro corpo foi de Luís Fernando Sampaio, de 23 anos. De acordo com a polícia, o corpo foi encontrado na foz do rio Anil, na Beira-Mar e a Polícia Civil está investigando o caso.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.