Captura

Danilo Cavalcante voltou à prisão graças ao cachorro policial Yoda; conheça

O cachorro treinado pela polícia norte-americana alcançou e dominou o brasileiro até que os policiais o algemassem.

Imirante, com informações do g1

- Atualizada em 14/09/2023 às 09h52
Cachorro da polícia capturou brasileiro.
Cachorro da polícia capturou brasileiro. (Foto: Reprodução)

ESTADOS UNIDOS - Um cachorro policial contribui para a captura do brasileiro Danilo Cavalcante, condenado à prisão perpétua pela morte da maranhense Débora Evangelista Brandão no Estados Unidos. Trata-se de Yoda, um cachorro treinado pela polícia norte-americana.

Danilo foi detido na manhã dessa quarta-feira (13) perto de uma pilha de tábuas de madeira na pequena cidade de South Conventry, no Estado da Pensilvânia.

Leia mais:

Brasileiro é capturado 14 dias depois de fugir da cadeia nos EUA

Família de maranhense morta por brasileiro capturado nos Estados Unidos relata alívio

Vídeo mostra momento em que brasileiro foge da prisão nos EUA

O brasileiro ainda tentou fugir do cerco policial rastejando por um campo de mato alto, porém, foi alcançado e dominado pelo cão Yoda até que os policiais o algemaram. Danilo foi mordido pelo cachorro e ficou com um leve ferimento.

Vídeo: Danilo Cavalcante é levado por policiais 

Irmã de Débora comemora prisão de Danilo Cavalcante

Após a prisão de Danilo, a irmã de Débora, Sarah Brandão, comemorou o fato nesta terça-feira nas redes sociais. "Obrigada, Deus, eu sei que foi vc ❤️🙏😭", disse Sarah. 

Danilo passou 14 dias foragido da polícia estadunidense. Durante o período, a família de Débora viveu momentos de muita angústia. Atualmente, Sarah é quem cuida dos dois filhos da irmã, que presenciaram a morte da mãe. Os três ainda moram nos Estados Unidos.

Fuga de brasileiro nos Estados Unidos

Um vídeo mostra o momento em que Danilo Cavalcante escalou a parede e escapou da unidade prisional, no último dia 31 de agosto. Desde então, uma força-tarefa tentava recapturar o fugitivo, enquanto os moradores da região se trancavam em casa com medo do homem descrito como "extremamente perigoso".

Assista ao vídeo do momento da fuga:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.