Cerco policial

Operação de combate facções criminosas resulta em prisões e apreensões no Maranhão

Os detidos, além de fazer parte de facções criminosas, são suspeitos de tráfico de droga, homicídio, porte ilegal de arma de fogo e roubo no interior do Maranhão.

Imirante.com

- Atualizada em 23/09/2022 às 16h23
Os detidos foram conduzidos para a delegacia.
Os detidos foram conduzidos para a delegacia. (Foto: Divulgação)

MARANHÃO - Seis pessoas foram presas e um adolescente foi aprendido durante a operação Peloponeso, realizada nesta sexta-feira (23) pela Polícia Civil do Maranhão, nas cidades de Cachoeira Grande e Presidente Juscelino. Durante a operação, que teve como objetivo com o objetivo de desarticular ações de facções criminosas na Região do Munim, foram apreendidas três armas de fogo, uma quantidade de maconha, dinheiro, camisetas da Polícia Civil e balaclava.

Leia também:

Quatro pessoas presas em Operação na Região do Munim

Polícia apreende grande quantidade de droga na região do Munim

A operação teve como foco as cidades de Cachoeira Grande e Presidente Juscelino. A Polícia Civil informou que esse trabalho tem como base as investigações que apuraram dois homicídios e seis tentativas de assassinato que aconteceram no dia 18 de julho deste ano, em Presidente Juscelino.

Resultado

No decorrer da operação, os policias prenderam cinco pessoas em flagrante e cumpriram um mandado de prisão pelos crimes de tráfico de droga, organização criminosa, roubo e porte ilegal de arma de fogo. 

Também foram apreendidos armas de fogo, droga, dinheiro, camisas da Polícia Civil, balaclava e um adolescente foi apreendido. Ainda segundo a polícia, essas camisas foram confeccionadas a mando dos faccionados.

A operação denominada de Peloponeso em referência a batalha existente ente as cidades gregas de Espata e Atenas, que procuram através de lutas armadas ampliar seus domínios territoriais e econômicos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.