Maus-tratos

Idoso, de 74 anos, é resgatado após ser mantido em cárcere privado, em Imperatriz

O sobrinho da vítima é o principal suspeito de manter o idoso preso na residência onde foi encontrado.

Imirante.com

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h24
O idoso estava sozinho, com sede e fome há pelo menos três dias, de acordo com informações policiais.
O idoso estava sozinho, com sede e fome há pelo menos três dias, de acordo com informações policiais. (Foto: divulgação / Polícia Militar)

IMPERATRIZ - Um idoso de 74 anos, que estava sendo mantido em cárcere privado, foi resgatado no município de Imperatriz. De acordo com informações da Polícia Militar do Maranhão, o idoso também estava sendo vítima de maus-tratos por parte de um sobrinho, além de provável violência financeira.

O caso aconteceu no bairro Nova Imperatriz e passou a ser investigado após uma denuncia anônima feita através do 190. A polícia encontrou a residência fechada e uma vizinha informou que não via o idoso há pelo menos três dias, nem o sobrinho. Os policiais conseguiram entrar na casa pelo muro do quintal e acessar os cômodos porque a porta da cozinha estava apenas encostada.

Leia também: Homem é preso suspeito de agredir e manter em cárcere ex-namorada em condomínio da Grande São Luís

De acordo com o relato policial, o idoso, que é cadeirante, foi encontrado em situação de abandono, em uma cama com forte odor de urina e fezes, e até ratos foram vistos no local. Ele estava sujo, com fome e sede. De imediato, foi providenciado o seu deslocamento, além de alimento e água.

O Centro de Referência e Assistência Social (CREAS) e a Secretaria de Assistência Social (Sedes) foram acionadas, e a vítima recebeu atendimento médico no Hospital Municipal de Imperatriz (HMI). Já sobrinho do idoso, principal suspeito de mantê-lo em cárcere privado, está sendo procurado pela polícia.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.