Terrorismo em Brasília

Deputado federal protocola notícia-crime no STF contra Flávio Dino

Nikolas Ferreira sustenta a tese de que houve "omissão intencional" de Flávio Dino após ter sido comunicado de ameaças pela Abin e não ter evitado invasão de vândalos em prédios públicos.s

Ipolítica

Nikolas Ferreira destacou o fato de Flávio Dino ter sido comunicado de atos antecipadamente pela Abin
Nikolas Ferreira destacou o fato de Flávio Dino ter sido comunicado de atos antecipadamente pela Abin (Divulgação)

BRASÍLIA - O deputado federal eleito Nikolas Ferreira (PL-MG) protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) notícia-crime contra o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), por suposta “omissão intencional” nos atos terroristas ocorridos em Brasília (DF) no último domingo (8).

De acordo com o Nikolas, Flávio Dino já havia sido informado anteriormente pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin), da ameaça de atos terroristas e mesmo assim, não determinou força-tarefa para impedir o avanço dos radicais na Praça dos três Poderes. 

Em suas redes sociais, Nikolas pede que, “se for o caso”, o STF decrete a prisão preventiva do socialista.

“Protocolei uma notícia crime ao ministro Alexandre de Moraes sugerindo que seja analisado a responsabilização do ministro da justiça, Flávio Dino, por omissão intencional nos atos de 08/01. Inclusive, se for o caso, decretando sua prisão preventiva”, escreveu.

Leia também: Deputado quer convocação de Flávio Dino por omissão em ataques em Brasília

De acordo com o parlamentar eleito, “há fortes evidências” de que Dino já tinha conhecimento da real possibilidade da depredação das sedes dos Três Poderes após ser informado pela Abin. Na petição, o parlamentar pediu que o órgão seja oficiado para confirmar a informação.

“Segundo consta em vários veículos de imprensa, há fortes evidências de que o ministro havia sido informado dos acontecimentos inclusive por parte da agência de inteligência brasileira. Pedi que a Abin fosse oficiada para confirmar tal fato”, completou.

Flávio Dino tem condenado as ações dos vândalos e defendido a prisão “sem anistia”, aos culpados. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.