Novo começo

Sobre novo filme, Will Smith afirma respeitar a reação do público

O ator afirmou que vai entender se o público ainda não estiver pronto para ver seu mais novo trabalho após polêmica no Oscar.

Na Mira, com informações do g1

Sobre novo filme, Will Smith afirma respeitar a reação do público
Sobre novo filme, Will Smith afirma respeitar a reação do público (Foto: Reprodução/Twitter)

MUNDO - Oito meses após a polêmica que assombra a carreira do ator Will Smith, de 54 anos, que irá estrelar no filme "Emancipation" da Apple TV, afirma que com o lançamento de seu novo trabalho, irá respeitar se o público decidir por ainda não vê-lo em produções de cinema devido a polêmica do tapa que deu em Chris Rock durante a cerimônia do Oscar em março deste ano.

Leia também: Filha de Will Smith fala pela primeira vez sobre a polêmica do tapa do pai no Oscar

Durante uma entrevista ao canal Fox 5 para a divulgação do filme "Emancipation", direigido por Antoine Fuqua, nesta segunda-feira (28) o ator afirmou que entende a possível decisão do público. "Entendo perfeitamente se alguém não estiver pronto", disse Smith. "Eu absolutamente respeitaria isso e permitiria que seu espaço não estivesse pronto.", afirmou o ator.

"Minha maior preocupação é com a minha equipe. Antoine fez o que considero o melhor trabalho de toda a sua carreira… as pessoas nesta equipe fizeram alguns dos melhores trabalhos de todas as suas carreiras, e minha esperança mais profunda é que minhas ações não penalizem minha equipe."

Leia também: Mãe de Chris Rock se pronuncia pela 1ª vez sobre agressão de Will Smith

Após o tapa que Will Smith deu em Chris Rock na cerimônia do Oscar 2022, muitas produtoras e distribuidoras de filmes que trabalhavam com o astro optaram por adiar ou até mesmo cancelar seus projetos. Com a Apple TV+, também não foi diferente, mas, a companhia decidiu voltar atrás com a decisão, colocando ainda em 2022 o lançamento do projeto.

"Emancipation", contará a história de um homem que escapa da escravidão, conhecido como “Peter Chicoteado”, após um periódico da época de 1863 publicar imagens de suas cicatrizes nas costas, causadas por chicotadas que recebeu enquanto era escravizado.

Na mesma noite em que agrediu Chris Rock, Will Smith ganhou um dos maiores prêmios da noite minutos após o momento da agressão, vencedor da estatueta de Melhor Ator por "King Richard: Criando Campeãs", o ator se emocionou em seu discurso após receber a estatueta falando, “Richard Williams (seu personagem no filme) era um defensor feroz de sua família”.

Will está proibido de comparecer à cerimônia do Oscar pelos próximos 10 anos. A decisão proíbe apenas que Will compareça aos eventos da Academia, não impede que ele seja indicado ao prêmio durante o período, nem tira a estatueta que ganhou de melhor ator em 2022, de acordo com o site especializado "Deadline" e o site da revista "The Hollywood Reporter".

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.