Tentativa de feminicídio

Homem é preso após esfaquear a companheira em São Luís

Vítima foi socorrida e encaminhada ao Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I).
Imirante.com10/08/2021 às 15h00
Homem é preso após esfaquear a companheira em São LuísFaca usada para tentar matar a vitima. (Foto: Divulgação/Polícia Militar do Maranhão)

SÃO LUÍS – A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) prendeu em flagrante um homem, identificado como Marcos Aurelio Gonçalves dos Santos, de 27 anos, suspeito de esfaquear a própria companheira, de 19 anos, na madrugada desta terça-feira (10), no bairro Coroadinho, em São Luís. Após ser preso, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios da Capital.

Segundo boletim de ocorrência, após ser informada de que uma mulher havia sido vítima de lesão corporal, uma equipe da Polícia Militar foi ao lugar indicado e constatou que se tratava de tentativa de feminicídio, sendo que a vítima ainda estava no local.

Aos policiais, a mulher informou que o suspeito do crime era seu companheiro e que ele havia fugido, mas, enquanto esperava ser socorrida, a mulher avistou o homem e informou aos policiais. O autor, de 27 anos, foi preso em flagrante e levado ao Plantão Central de Homicídios, para passar por audiência de custódia.

A vítima foi socorrida por uma equipe do Corpo de Bombeiros e levada ao Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I), no Centro da capital maranhense. A arma do crime, uma faca, foi apreendida pela Polícia Militar.

Lei Maria da Penha

Neste agosto, a Lei Maria da Penha, marco na luta contra a violência doméstica no País, completa 15 anos. A mulher que inspirou a lei, Maria da Penha, fundadora e presidente vitalícia do instituto que leva seu nome, enviou um vídeo ao evento, em que, apesar de celebrar os avanços no combate à violência, cobra novas medidas.

Por exemplo, segundo Maria da Penha, “não é possível deixar de mencionar a aplicabilidade desconhecida [da lei] no interior do País”.

Entre as medidas cobradas por ela estão a criação de centros de referência da mulher dentro dos centros de saúde; e a formulação de políticas públicas voltadas aos órfãos da violência doméstica.

Agosto Lilás

Neste mês está sendo realizada a campanha Agosto Lilás, que visa o enfrentamento e combate à violência contra mulheres e também marca os 15 anos da Lei Maria da Penha, celebrado no último dia 7 de julho.

Saiba mais sobre a campanha 'Agosto Lilás'

No Maranhão, a Secretaria de Estado da Mulher (Semu) lançou a campanha “Todos Por Elas”, com o mote “Se Causa Dor Não É Amor”, que pretende alertar a população sobre a importância da prevenção e do enfrentamento à violência contra a mulher no estado, divulgando toda a rede de apoio e os meios para ter acesso.

A campanha concentra-se em motivar mulheres a reconhecerem os primeiros sinais de violência e se protegerem contra as consequências desastrosas que um relacionamento abusivo pode trazer.

A inciativa tem como objetivo incentivar denúncias de agressão contra mulheres, que podem ser:

físicas

psicológicas

sexuais

morais

patrimoniais

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.