Crime bárbaro

Suspeitos de arrastar homem em situação de rua até a morte são presos em São Luís

Crime aconteceu em 17 de maio; corpo da vítima foi encontrado em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande.
Imirante.com27/10/2020 às 23h25
Suspeitos de arrastar homem em situação de rua até a morte são presos em São LuísCâmeras de segurança flagraram Carlos Alberto Santos sendo arrastado até a morte pelo Centro de São Luís. (Reprodução)

SÃO LUÍS - Dois suspeitos de terem arrastado um homem em situação de rua até a morte pelo Centro de São Luís foram presos nesta terça-feira (27). De acordo com o delegado da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), Felipe César, foram detidos um empresário, dono de restaurantes na área próxima ao crime, e o vigilante de um desses estabelecimentos comerciais. O crime aconteceu no dia 17 de maio, e o corpo do homem, identificado como Carlos Alberto Santos, de 36 anos, foi encontrado em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande.

O delegado Felipe César afirma que o crime foi motivado porque Carlos Alberto teria roubado várias vezes um restaurante do empresário. Após ser detido pelo vigilante, o homem em situação de rua foi agredido, amarrado em um carro e arrastado pelo dono do estabelecimento comercial até o Terminal de Integração.

Câmeras de segurança flagraram o momento em que Carlos Alberto foi arrastado pela Rua de Santana, no Centro de São Luís. As imagens também exibem o instante em que o empresário freia o carro para iniciar uma conversa e tomar uma bebida, enquanto a vítima estava amarrada. Além disso, o vídeo mostra o carro passando por cima do homem em situação de rua. "É um crime muito chocante, as imagens mostram o tamanho da barbárie", disse Felipe César.

Depois do crime, o empresário fugiu para São Paulo e foi preso no retorno a São Luís. O carro utilizado para arrastar a vítima foi apreendido pela SHPP. O vigilante, por sua vez, foi localizado e detido no bairro da Cidade Operária. Os dois suspeitos foram encaminhados para a sede da SHPP, na Avenida Beira-Mar.

Ouça a entrevista da repórter Alessandra Rodrigues, da Mirante AM, com o delegado Felipe César:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.