Latrocínio

Preso segundo suspeito de participação na morte do pastor na BR-135

O suspeito detido é conhecido como "Codó", de 26 anos.
Imirante.com10/01/2020 às 16h06
Preso segundo suspeito de participação na morte do pastor na BR-135 pastor parou para verificar uma pane em veículo, quando foi abordado e morto por assaltantes. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – No fim da manhã desta sexta-feira (10), a Polícia Civil do Maranhão prendeu o segundo suspeito* de participação na morte do pastor José Antonio Saraiva, que foi vítima de latrocínio na noite da última terça (7), no km 27 da BR-135, no Campo de Peris, município de Bacabeira.

Relembre o caso: Após pane em veículo, motorista é morto por assaltantes na BR-135

O suspeito detido é conhecido como “Codó”, de 26 anos. Ele foi preso na travessa do Meio, no bairro da Estiva, em São Luís. Com Codó, foram encontradas três trouxinhas de maconha e uma de crack.

O suspeito foi levado para a Seccional Sul, na área do Itaqui-Bacanga, aonde está sendo ouvido. A princípio, ele negou participação no caso.

Na quarta-feira (8), a polícia prendeu o primeiro suspeito de participar do latrocínio. O homem negou o crime e não foi reconhecido pela mulher da vítima, pois ela não quis fazer o reconhecimento dele na Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

Diante dessas circunstâncias, o suspeito ficou detido apenas pelo crime de tráfico de drogas, já que foi apreendido portando entorpecentes. Porém, a participação dele no caso continua sendo investigada.

Saiba mais: Suspeito de matar pastor nega autoria e fica preso por tráfico

O crime

O pastor José Antonio Saraiva estava em uma caminhonete VW Amarok, de cor branca, placa de Minas Gerais, acompanhado da esposa, filha e neta. Eles viajavam da Região Tocantina em direção a São Luís, quando o veículo sofreu pane mecânica. No momento em que o carro estava parado na rodovia, os bandidos aproveitaram a oportunidade e saíram do mato, para anunciar o assalto.

José Antonio foi atingido por disparos de arma de fogo, no instante em que descia da caminhonete com os braços para cima, em sinal de rendição. O pastor Saraiva ainda foi levado pela esposa até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Maracanã, em São Luís, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo os policiais rodoviários federais apuraram, os criminosos levaram os pertences dos ocupantes, como uma mala e celulares.

*As imagens e a identidade dos suspeitos foram preservadas pela Polícia Civil do Maranhão, com base na nova lei de Abuso de Autoridade (Lei 13869/2019).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.