Em São Luís

Após discussão, homem é morto com golpes de facão no Distrito Industrial

José de Ribamar Santos Mendes ainda chegou a pular o portão de entrada de uma fábrica de salgadinhos, mas foi alcançado pelo autor das facadas.
Imirante.com15/12/2019 às 10h43
Câmeras de videomonitoramento da fábrica de salgadinhos registraram toda a ação. (Foto: divulgação)

SÃO LUÍS – Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo (15), no bairro Vila Industrial, em São Luís. A vítima, identificada como José de Ribamar Santos Mendes, de 59 anos, foi morta a golpes de facão após uma discussão.

De acordo com informações do delegado Murilo Tavares, da Superintendência Estadual de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), o autor do crime foi identificado como Josiel dos Santos, de 18 anos. Ele (autor) e a vítima estavam bebendo, quando em dado momento Josiel tomou conhecimento que a motivação de sua demissão da empresa em que trabalhava foi que José dos Santos havia falado para um dos chefes que ele (Josiel) era usuário de drogas.

Josiel dos Santos, autor das facadas contra José de Ribamar. (Foto: divulgação)

Foi a partir de então que começou uma briga entre os dois. Josiel dos Santos puxou um facão para José de Ribamar, que correu e pulou o portão de entrada de uma fábrica de salgadinhos, localizada na Av. 5 do Distrito Industrial, na tentativa de se esconder.

Entretanto, Josiel dos Santos também conseguiu pular o portão e golpeou José de Ribamar com vários golpes de facão. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Logo após, a Polícia Militar chegou ao local do crime e foi informada pela mulher de Josiel dos Santos que ele havia ido para a casa da mãe, localizada na área Itaqui-Bacanga. Diante da informação, os policiais se deslocaram até lá, onde foi feita a prisão do autor das facadas contra José de Ribamar Santos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.