Em São Luís

Polícia cumpre 10 mandados de prisão de integrantes de facção criminosa

Nove suspeitos eram comandados de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas por Francisco das Chagas Cosmo da Costa.
Imirante.com21/08/2019 às 18h08
Polícia cumpre 10 mandados de prisão de integrantes de facção criminosa10 integrantes de facção criminosa foram presos na Cidade Olímpica, em São Luís. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - Nesta quarta-feira (21), a Polícia Civil cumpriu os mandatos de prisão de Marcos Lima da Silva, conhecido como “Marcola”, Elinivaldo Ferreira dos Santos Junior, conhecido como “Junior Calf”, Willen Almeida Abreu, conhecido como “Bill”, Wandrews Henrique Almeida Abreu, conhecido como “Uandro”, Maria Gleiciane Cosma da Costa, conhecida como “Glace”, Marcio Mendonça Belfort, Juvemario Lima Santos, conhecido como "Pastor", Francisco das Chagas Cosmo da Costa, conhecido como "Cocada", Alisson Gabriel Ferreira Viana, conhecido como "Abadá" e Antonio Gabriel Ferreira Viana, conhecido como "Abadazinho".

As prisões dos suspeitos foram o resultado de uma operação policial no bairro da Cidade Olímpica, em um local conhecido como “feirinha da avenida Brasil”. Lá a polícia deu cumprimento aos mandados de prisão preventiva e busca domiciliar, expedidos pela Primeira Vara Criminal de São Luís/MA.

Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidos uma espingarda calibre .12, com sete munições do mesmo calibre, maconha, crack e cocaína, já embalados e prontos para a comercialização, e uma balança de precisão.

A equipe de investigação da 18ª DP Cidade Olímpica conseguiu identificar, qualificar e localizar os suspeitos integrantes de uma organização criminosa. Foi apurada a participação de todos os presos, sendo todos comandados por Francisco das Chagas, atualmente interno do sistema penitenciário.

Francisco, mesmo de dentro do sistema penitenciário, repassava as ordens para Marcos Lima, que aliciava os outros suspeitos para cometerem vários crimes, como tráfico de drogas e roubos.

A espingarda calibre .12, que foi apreendida na operação, era utilizada pelos criminosos para fazer a segurança de integrantes da facção contra outros grupos inimigos.

Todos os 10 presos serão indiciados pelo crime de organização criminosa e foram encaminhados ao presídio de Pedrinhas, ficando à disposição da Justiça.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.