Ação polícial

Polícia recaptura infratores que fugiram de abrigo

Segundo informações da polícia, os adolescentes foram recapturados no bairro Vila Palmeira.
Imirante.com, com informações da Polícia Militar29/11/2018 às 12h22
Polícia recaptura infratores que fugiram de abrigo Os infratores serão encaminhados para Delegacia do Adolescente Infrator (DAI). ( Foto: De Jesus / O Estado)

SÃO LUÍS - Os quatro adolescentes que fugiram do Abrigo Luz e Vida, na madrugada desta quinta-feira (29) após quebra-quebra foram recapturados no fim da manhã de hoje.

Segundo informações da polícia, os adolescentes foram recapturados próximo ao Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), no bairro Vila Palmeira.

Leia também:

Quatro adolescentes fogem de abrigo após quebra-quebra

Adolescente é encontrado morto dentro da Funac de Imperatriz

Eles foram encaminhados para o conselho tutelar no bairro do São Francisco, e depois serão levados para
Delegacia do Adolescente Infrator (DAI).

Entenda o caso:

Tudo começou quando três adolescentes danificaram parte da mobília da instituição. Eles foram levados pelos cuidadores ao Plantão de Polícia no Centro e, após o registro da ocorrência, foram liberados.

Durante a madrugada, um rapaz alegou que sentia dor, porém, após tomar o medicamento, promoveu um novo tumulto com outros companheiros. Houve quebra-quebra, e quatro escaparam do abrigo. Os cuidados registraram, novamente, o caso na polícia.

O abrigo atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Em nota, a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) esclarece ainda que, como nenhum dos adolescentes é de São Luís, os municípios de origem deles também foram acionados.

Veja nota na íntegra:

A Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) esclarece que, referente ao abandono da medida de proteção de Acolhimento Institucional de quatro adolescentes, com idades de 17, 15, 16 e 14 anos, na madrugada desta quinta-feira, 29, continua tomando as providências necessárias dentro de suas atribuições. E que, logo após tomar conhecimento do fato, informou imediatamente à Polícia Militar e ao Conselho Tutelar.

A Semcas esclarece ainda que, como nenhum dos adolescentes é de São Luís, os municípios de origem deles também foram acionados, são eles: Guimarães, Santa Inês e Parnamirim, no Rio Grande do Norte. A Secretaria ressalta que o acolhimento deles no Abrigo Luz & Vida deu-se por determinação judicial e/ou do Conselho Tutelar. Especificamente, em relação ao adolescente de Parnamirim, o acolhimento foi determinado pela 1ª Vara da Infância e da Juventude e a Comarca de Alcântara, que também já está foi acionada para providências.

Por fim, a Semcas também esclarece que as Unidades de Acolhimento Institucional executam os serviços especializados que oferecem acolhimento e proteção a indivíduos e famílias afastados temporariamente do seu núcleo familiar e/ou comunitários e se encontram em situação de abandono, ameaça ou violação de direitos, não confundindo-se, dessa forma, com as instituições que recebem jovens autoras (es) de atos infracionais, respondendo a Medidas Socioeducativas com privação de liberdade.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.