Santa Luzia

Polícia investiga existência de emitério clandestino

O crime de pistolagem pode ter feito diversas vítimas na região de Santa Luzia.
Honório Jacometto/ TV Mirante 09/06/2010 às 20h04

SÃO LUÍS - Depois da operação feita pela polícia e Ministério Público em Santa Luzia, no domingo (6), para desarmar a população da cidade, surgiu agora um grande mistério. O crime de pistolagem pode ter feito diversas vítimas na região.

O assentamento Flechal, em Santa Luzia, pode esconder um cemitério clandestino. Os corpos das vítimas de pistoleiros que agem na região podem estar a poucos metros do chão.

Por trás deste crime está um esquema milionário. Dinheiro do Incra que deveria ter sido usado para construir casas no assentamento despertou cobiça em muita gente da região.

As investigações apontam que a empresa Fechal tinha preferência na hora de conseguir os recursos. Um funcionário do Incra vinha sendo investigado porque ele fazia a intermediação entre os assentados, a empresa e a liberação do dinheiro.

O Incra abriu investigação contra o funcionário. Nove pessoas estão presas na delegacia de Santa Luzia. Sete foram pra cadeia no domingo durante a operação.

As investigações apontam que eles pegaram dinheiro das associações, mas não construíram as casas. Segundo o Ministério Público os empresários têm ligação direta com a morte do presidente da associação. Agora a polícia procura outros envolvidos. Os dois homens que atiraram no presidente. Assista à reportagem da TV Mirante.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.