Cerco da polícia

Presas 137 pessoas acusadas de violência contra crianças e adolescentes

Prisões ocorreram em todo o Maranhão, em incursões realizadas ao longo de 42 dias; também houve apreensão de armas de fogo e foram solicitadas 96 medidas protetivas

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h16
Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente
Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA)

Maranhão - Um total de 137 pessoas foram presas acusadas de violência contra crianças e adolescentes, em operações realizadas pela Polícia Civil no decorrer dos últimos 45 dias, em todo o estado.

A polícia informou que as incursões se inciiaram no último dia 4 e se estendeu até sexta-feira, 16. Durante esse trabalho houve 137 prisões e os policiais conseguiram cumprir 12 mandados de busca e apreensão como também apreenderam oito armas de fogo e 96 medidas protetivas foram solicitadas ao Poder Judiciário.

Ainda de acordo com a polícia, as incursões tinham como um dos objetivos principais combater os crimes de violência contra crianças e adolescentes na capital e no interior do estado. As prisões, que ocorreram na Grande Ilha, foram apresentadas na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), na avenida Beira-Mar.

Mais prisão
Um cerco policial realizado durante o período da manhã de segunda-feira, 19, resultou na prisão de um homem, nome não revelado, pelo crime de tráfico de entorpecente. Em poder dele, a polícia apreendeu cocaína, crack, um veículo Gol e uma quantia de R$ 575. A droga estava dentro de um guarda-roupa.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.