Eleição

Fábio Gentil e Erlânio Xavier oficializam candidatura à Famem

Prefeitos registraram, na tarde de ontem, chapa para disputar a presidência da entidade; Luciano Genésio é da chapa de Xavier e Rigo Teles da de Gentil

Ronaldo Rocha/Da Editoria de Política

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h17
Os prefeitos Fábio Gentil e Erlânio Xavier registraram ontem chapa para a disputa pela presidência da Famem
Os prefeitos Fábio Gentil e Erlânio Xavier registraram ontem chapa para a disputa pela presidência da Famem (Fábio Gentil)

Duas chapas foram registradas ontem para a disputa pela presidência da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem). O primeiro a registrar sua candidatura foi o prefeito de Igarapé Grande, Erlânio Xavier (PDT). Depois foi a vez do prefeito de Caxias, Fábio Gentil (Republicanos). A eleição da entidade ocorrerá no próximo dia 14.

A chapa “Sálvio Dino: municipalismo na prática” é composta por Erlânio Xavier, que concorre à reeleição para o cargo na entidade, e o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, candidato a vice-presidente da Famem. O nome da chapa foi uma homenagem ao pai do governo do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), que morreu ano passado vítima da Covid-19.

Já a chapa de Fábio Gentil tem o prefeito de Barra do Corda, Rigo Teles (PL), como vice. O nome dado a chapa foi “Zé Gentil: a municipalização é para todos”

Crítica

Erlânio Xavier criticou a postura do governador em exercício, Carlos Brandão (Republicanos), em relação ao pleito marcado para o dia 14 desse mês.

Brandão assumiu de forma interina o Executivo Estadual na última terça-feira, e desde então tem intensificado agenda política com prefeitos de várias regiões do estado. Para Erlânio, campanha aberta e interferência do Palácio dos Leões na eleição da Famem.

Erlânio é candidato apoiado pelo senador Weverton Rocha (PDT). Já Brandão tem como aliado na disputa o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, adversário do atual presidente.

“A nossa candidatura é a candidatura dos prefeitos e das prefeitas, é uma candidatura municipalista, não é uma candidatura de partidos e nem de líder político. Meu líder político é o presidente do meu partido, o senador Weverton Rocha, só que o senador Weverton está de férias, mas outros como Josimar do Maranhãozinho, o vice-governador Carlos Brandão, estão aí fazendo campanha. Eu quero só lembrar a eles, que a campanha da Famem é uma campanha dos prefeitos, a campanha da Câmara quem trata são os deputados federais, a campanha da Assembleia são os deputados estaduais, então deixem que os prefeitos escolham seus candidatos [...]”, disse, em entrevista ao Bom Dia Mirante.

Xavier cobrou de Brandão um trabalho voltado para a gestão de Governo. Ele disse que ao invés disso, o governador em exercício tenta interferir no pleito da federação.

“O vice-governador que acabou de assumir o Governo, poderia nesse momento tá cuidando do Maranhão, tá rodando nosso estado, e não estar chamando prefeito no Palácio dos Leões. Vamos cuidar do Estado, vice-governador”, provocou.

Mais

O Estado tentou entrar em contato com o governador em exercício, Carlos Brandão, por meio da Secretaria de Estado da Comunicação, para obter um posicionamento em relação à declaração de Erlânio Xavier. Até o fechamento desta página, contudo, não houve resposta.

Em seu perfil em rede social, Brandão também não havia se manifestado sobre o tema até o horário de fechamento desta edição.

O candidato apoiado por Brandão, Fábio Gentil, também não emitiu qualquer opinião sobre o imbróglio.

Postura de Brandão pode ter aval de Flávio Dino

A articulação política do governador em exercício, Carlos Brandão (Republicanos), junto a prefeitos para reverter a vantagem do presidente da Famem, Erlânio Xavier (PDT), na disputa pelo comando da Famem, parece ocorrer com o aval do governador Flávio Dino (PCdoB).

Logo após assumir de forma interina o comando do Palácio dos Leões, Brandão contou com uma agenda política extensa junto a prefeitos de várias regiões do estado.

No centro dos debates, a eleição para Federação dos Municípios.

Na maioria dos encontros, o presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, hoje secretário de Estado das Cidades, e Rubens Júnior, secretário de Estado de Articulação Política, estavam presentes.

Brandão tem como adversário no pleito de 2022 para o Governo do Estado o senador Weverton Rocha (PDT). Weverton apoia a reeleição de Erlânio Xavier na entidade. Já Brandão tem como candidato, Fábio Gentil

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.