Política | Em São Luís

Wellington do Curso define apoio a Neto Evangelista

Segundo tucano, a decisão foi tomada pensando "nos eleitores que confiam em mim", após análise de planos de governo, de programas eleitorais e de debates
Gilberto Léda15/10/2020 às 17h17
Wellington do Curso define apoio a Neto EvangelistaGilberto Léda/O Estado

O deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) confirmou ontem apoio à candidatura de Neto Evangelista (DEM) à Prefeitura de São Luís. O anúncio foi feito durante coletiva de imprensa.

Segundo o tucano, a decisão foi tomada pensando “nos eleitores que confiam em mim”, após análise de planos de governo, de programas eleitorais e de debates. Wellington também afirmou que conversou com praticamente todos os candidatos a prefeito antes de tomar a decisão, e acrescentou que, por conta disso, demorou mais a anunciar seu destino eleitoral.

“Tomei uma decisão amadurecida, responsável”, declarou ele, que revelou ter conversado até mesmo com o candidato do Podemos, Eduardo Braide, com quem tem rusgas desde que o PSDB preteriu sua candidatura em prol do apoio do deputado federal.

A retirada da candidatura pelo PSDB, aliás, foi tema de boa parte do discurso de Wellington antes do anúncio oficial do apoio a Evangelista. O parlamentar voltou a falar sobre o todo o processo, e disse que confiava no senador Roberto Rocha, presidente estadual do PSDB do Maranhão.

Wellington acrescentou, ainda, que “foi fiel ao PSDB”, mas disse que, após as eleições de 2018, não participou de “nenhum acordo para 2020” – numa referência ao argumento de Rocha, de que a aliança com Braide fora selada há dois anos.

E já adiantou: “Sou candidato a prefeito em 2024. Eu não desisti de São Luís”. Wellington apresentou, também, uma carta compromisso confirmando que seu apoio ao democrata não implica em aliança com o grupo do governador Flávio Dino (PCdoB), do qual Evangelista faz parte.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte