Ficha Suja

Decisão do TSE pode culminar com nova eleição em Paulino Neves

Ministro Alexandre de Moraes, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deu provimento a recursos especiais interpostos pelo MinistérioPúblico Eleitoral

Gilberto Léda

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h16
(tse)

Uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pode culminar coma realização de nova eleição para prefeito de Paulino Neves, no Maranhão.

O magistrado deu provimento a recursos especiais interpostos pelo Ministério Público Eleitoral e cassou, no dia 11 de maio, a candidatura de Raimundo de Oliveira Filho (foto), o Raimundinho do Lídio (Republicanos) – eleito prefeito da cidade em 2020. O despacho só foi publicado nesta segunda-feira, 31.

Lídio teve a candidatura impugnada porque foi demitido do cargo de analista do Seguro Social do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o que o enquadra como ficha suja. Mesmo assim, ele chegou a garantir a candidatura no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, e venceu a eleição no município.

Agora, a decisão de Moraes será submetida ao plenário do TSE. Se confirmada, o prefeito eleito perde o mandato, e os eleitores da Paulino Neves precisarão voltar às urnas. Até lá, assume o cargo o presidente da Câmara.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.