Alternativo | Carnaval

Otto e Duda Beat são convidados do bloco Bota Pra Moer

Bloco da dupla formada por Alê Muniz e Luciana Simões traz como convidados no carnaval deste ano os pernambucanos Otto e Duda Beat pra tocar na terça-feira
Com informações de assessoria18/02/2020 às 15h35
Otto e Duda Beat são convidados do bloco Bota Pra MoerOtto é um dos convidados do bloco (Foto: Divulgação/José de Holanda) (Divulgação)

SÃO LUÍS- O bloco Bota pra Moer sai da Praça Maria Aragão por volta das 21h30, percorrendo toda a Beira-Mar até o Beco dos Catraieiros. Em 2020 o Bota pra Moer leva para as ruas da cidade a bandeira da Revolução: igualitê, fraternitê e libertê, uma chamada geral para o momento presente. “O carnaval é uma festa de potência e precisamos canalizar a energia para além da folia. A hora é de juntar forç

a num mesmo grito pela liberdade de expressão, pela igualdade de direitos, pela real fraternidade e por respeito à cultura e à arte”, afirma Luciana Simões. “É preciso estar atento e forte, ocupando a rua com os olhos bem abertos”, completa Alê Muniz.

Em seu terceiro ano no carnaval maranhense, o Bota pra Moer segue inspirado pelo personagem das ruas de São Luís que dá nome ao bloco. Mistura de louco e de gênio, Bota pra Moer foi um andarilho da cidade que marcou os anos 50 e 60 com histórias que fazem parte do imaginário popular.

Repertório
Em cima do trio, a dupla Criolina começa cantando o afoxé Igualitê Fraternitê e Libertê, que compôs para este carnaval, e depois interpreta clássicos de Beth Carvalho, Sergio Sampaio e Gilberto Gil, entre outros.

Em seguida chega Duda Beat, cantando os sucessos Bixinho, Chapadinha, Meu jeito de amar e Chega. Já Otto, que fecha a apresentação do bloco, vai interpretar Ciranda de Maluco, Janaína, além do grande sucesso de Chico Science, da Lama ao caos.

Serviço

O quê: BOTA PRA MOER no carnaval
Quando: Terça, 25/02, das 21h30 às 23h30 - Circuito Beira-Mar
Com Criolina, Duda Beat e Otto

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte