Operação Férias

Bombeiros reforçam segurança nas praias

Batalhão de Bombeiros Marítimos aumentou efetivo em 50%, tendo em vista o período das férias escolares, com ações de monitoramento na orla

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h21
Homens do Batalhão de Bombeiros Marítimos estão reforçando a segurança dos banhistas nas praias
Homens do Batalhão de Bombeiros Marítimos estão reforçando a segurança dos banhistas nas praias (ferias)

São Luís - Devido ao aumento do fluxo de banhistas na orla de São Luís, neste período de férias escolares, o Batalhão de Bombeiros Marítimos do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão reforçou as ações de monitoramento nas praias de São Marcos, Calhau, Meio e Araçagi e aumentou o efetivo de homens em torno de 50%. As informações foram repassadas pelo major Marlison Soares, que, ontem, coordenava os trabalhos na Praia do Araçagi.

Major Soares informou que um total de 29 salva-vidas está patrulhando essas praias, com uso de quadriciclos, motos e viaturas. “O nosso trabalho foi intensificado desde o fim do ano passado, pois sabemos que mais pessoas se divertem nas praias entre os meses de dezembro e janeiro. Nesse sentido, nossas atenções ficam concentradas em todos os banhistas, mas sabemos que os mais vulneráveis são crianças, adolescentes e pessoas que ingerem bebidas alcoólicas e se aventuram no banho de mar”, frisou.

Os bombeiros estão reforçando, também, o trabalho de orientação aos banhistas sobre os riscos do mar e alertando para a presença de águas-vivas ou medusas, celenterados cujos tentáculos queimam a pele humana. Entre outras coisas, eles alertam para o fato de que a água não deve ultrapassar a linha da cintura do banhista.

“A água na cintura garante o mínimo de segurança para quem está no mar. Além desse alerta, estamos lembrando que os ventos fortes trazem para a faixa de areia as águas-vivas, que já fizeram algumas vítimas. Aqui na tenda, nós fazemos apenas um atendimento rápido e levamos o paciente para o hospital, para que receba o tratamento correto”, explicou o major.

Ele disse ainda que, nesta época do ano, turistas provenientes das diversas cidades do interior do estado também invadem o litoral da capital, mas nem sempre atentam para os riscos. “Eles geralmente chegam em excursões e, também, costumam ignorar os avisos de balneabilidade”, complementou o major.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.