Política | Eleições 2018

TRE barra oitiva de Jerry em ação contra Duarte Jr.

Em ação eleitoral, Procuradoria aponta abuso de poder do deputado comunista à frente do Procon, entre 2017 e 2018
Gilberto Léda04/12/2019 às 08h53
TRE barra oitiva de Jerry em ação contra Duarte Jr.Agência Secom

O desembargador Tyrone Silva, do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), indeferiu nesta semana um pedido da Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão (PRE-MA) para que o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB-MA) e outras quatro pessoas prestassem depoimento no processo que pode culminar com a cassação do deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB).

O magistrado é o relator da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) protocolada pela Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão (PRE-MA) contra o parlamentar comunista por abuso de poder durante a eleição de 2018.

Em seu despacho, Tyrone disse entender que a oitiva de Jerry – e dos outros quatro arrolados pela PRE-MA – “parece ser uma medida inócua e sem aptidão de render novos frutos a elucidação dos fatos”.

No processo, o então procurador eleitoral no estado, Pedro Henrique Castelo Branco, apontou abuso da promoção pessoal de Duarte Júnior via Procon-MA. A namorada dele, Karen Barros, também figura como ré.

Segundo o representante da PRE-MA, uma pesquisa realizada entre outubro de 2017 e abril de 2018 – quando Duarte já era, notoriamente, um pré-candidato a deputado – apontou a publicação de 99 fotos e vídeos do então presidente do Procon-MA nas páginas oficiais do órgão e do Governo do Maranhão no Instagram (saiba mais). Foram identificadas, ainda, no mesmo período, 138 publicações em sites oficiais.

Ao se defender das acusações, o deputado se disse “ficha limpa”.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte