Estado Maior | COLUNA

Disputa pela Corte Eleitoral

16/10/2019

O Tribunal de Justiça do Maranhão vai escolher hoje o novo membro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) na vaga de desembargador. A disputa vai acontecer entre o presidente do tribunal, desembargador José Joaquim Figueiredo, e a desembargadora Ângela Salazar. A vaga em questão é de Cleones Cunha, que deixará o tribunal em maio do próximo ano, já que durante o seu biênio se afastou por seis meses nas eleições de 2018 devido a candidatura a deputada estadual de sua cunhada, Daniella Tema.
Nos bastidores, o favoritismo é do presidente do TJ, que, se escolhido pela Corte, vai comandar o TRE nas eleições de 2020. Isto porque José Joaquim já foi corregedor eleitoral nas eleições de 2002, mas declinou de ser o presidente da Corte Eleitoral logo em seguida e agora trabalha para comandar. Para isso, pode até chamar uma regra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que prevê escolha de presidente e corregedor eleitorais.
Hoje, o TJ entra em sua primeira disputa considera de destaque neste segundo semestre. Além desta para a vaga do TRE, terá a disputa pela presidência do Tribunal de Justiça, que promete ser acirrada novamente.
José Joaquim Figueiredo fica no comando do TJ até 20 de abril de 2020.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte