Polícia | Em Mato Grosso

24 anos depois, idoso confessa que matou esposa e a enterrou no banheiro

Jairo Narciso da Silva assassinou a esposa porque não aceitava a separação; o corpo da vítima foi enterrado no banheiro da casa onde o casal morava
OESTADOMA.COM02/08/2019 às 10h28
24 anos depois, idoso confessa que matou esposa e a enterrou no banheiroJairo Narciso da Silva registrou um boletim de ocorrência em 1994 relatando o desaparecimento da esposa. (Divulgação)

MATO GROSSO - Um idoso, de 64 anos, identificado como Jairo Narciso da Silva, confessou em uma delegacia de Cuiabá, que teria assassinado a esposa há 24 anos. Ele afirmou que teria enterrado o corpo da mulher, identificada como Luzinete Leal Militão, no banheiro da casa e vendeu o imóvel.

De acordo com Jairo, a motivação para o assassinato teria sido o pedido de separação por parte da esposa. A vítima foi golpeada na cabeça com uma barra de ferro e asfixiada. Luzinete tinha 28 anos na época do crime.

Ainda de acordo com o idoso, após matar a companheira, ele foi até a delegacia e relatou que Luzinete teria ido embora e o deixado com dois filhos pequenos.

A casa onde o casal morava, localizada no bairro Jardim das Palmeiras em Cuiabá foi vendida após o crime. A polícia aguarda a nova proprietária voltar de uma viagem para fazer uma escavação para encontrar os restos mortais de Luzinete.

Jairo foi ouvido pela polícia e liberado. A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte