O País | após divulgação de conversas

Juízes federais pedem que Sérgio Moro seja excluído da Ajufe

Os magistrados pedem que a entidade investigue as conversas entre o ex-juíz federal e membros da Lava Jato no Ministério Público Federal, que foi revelado pelo site The Intercept Brasil
OESTADOMA.COM25/06/2019 às 09h17
Juízes federais pedem que Sérgio Moro seja excluído da AjufeSérgio Moro, ministro da Justiça. (Divulgação)

BRASIL - Nessa segunda-feira (24), um grupo de 30 juízes federais pediu suspensão cautelar do atual ministro Sergio Moro das atividades associativas da Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil). O grupo pede também que a entidade investigue as conversas entre o ex-juiz federal e membros da Lava Jato no Ministério Público Federal, que foi revelado pelo site The Intercept Brasil.

A diretoria da Ajufe em outubro passado aprovou o título de sócio benemérito para Moro, uma homenagem reservada para poucas pessoas, porém o título ainda não foi oficialmente concedido.

A representação encaminhada pelos juízes federais diz que o ministro deveria perder a homenagem porque entendem que a sua conduta nas conversas reveladas pelo The Intercept Brasil, vão contra os princípios éticos e às regras jurídicas que devem reger a atuação de um magistrado. Eles também afirmam que enquanto juiz, agiu de forma parcial, chegando a confundir sua atuação com a do órgão acusador, colocando em xeque a credibilidade do Poder Judiciário.

Os magistrados pedem que seja aberto um processo administrativo disciplinar pela Ajufe, conforme previsto no seu estatuto.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte