SAÚDE

Samu adota medidas para garantir atendimentos no período junino

Quatorze ambulâncias e duas motolâncias prestaram atendimento em São Luís; acidentes de trânsito ainda são as principais ocorrências atendidas pelo Samu durante o período

O Estado

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h24
Samu amplia e prepara equipes para atendimento no período junino
Samu amplia e prepara equipes para atendimento no período junino (Atendimento)

SÃO LUÍS - Para garantir que a população esteja amparada durante o período de festividades juninas, o Serviço de Atendimento Móvelhttps://imirante.com/oestadoma/noticias/2019/06/11/samu-adota-medidas-para-garantir-atendimentos-no-periodo-junino/ de Urgência (Samu) definiu estratégias que contam, entre outras coisas, com ambulâncias extras destinadas aos arraiais de São Luís. De acordo com o órgão, traumas relacionados à associação entre álcool e direção são as demandas mais recorrentes nesta época do ano. Apesar dos investimentos em melhoria no atendimento telefônico e campanhas de conscientização sobre os riscos causados pelos trotes, as brincadeiras representam potencial perigo a quem necessita do serviço.

Além do serviço oferecido ininterruptamente, o Samu reforçará as equipes para atender a possíveis ocorrências, incluindo ambulâncias permanentes para o arraial da Praça Maria Aragão, devido ao grande público. Mas, conforme esclareceu Priscila Barros, assessora técnica do órgão, a estratégia não afetará a prestação de serviço aos demais espaços e bairros da cidade.

“O Samu funciona 24h, independente de feriado ou período do ano, mas sempre nos organizamos para oferecer cobertura ao arraial realizado na Praça Mara Aragão, o que não deixa os demais arraiais desamparados, uma vez que incluímos ambulâncias extras para este período com o objetivo de garantir o atendimento de qualquer solicitação em outros pontos da cidade, feitos por meio do 192”, assegurou.

Segundo Barros, duas ambulâncias extras estarão disponíveis ao atendimento do público presente na Praça Maria Aragão enquanto outras 12 servirão às demais localidades da cidade. Além disso, duas motolâncias (serviço sobre duas rodas) atenderão às demandas de difícil acesso e dois veículos de Unidades de Suporte Avançado (USA), estarão dedicado a atendimentos mais criteriosos, totalizando em 38 profissionais atuando, por escala, durante todo o período junino. “Teremos 14 equipes em atendimento, sendo dois profissionais – socorrista e técnico em enfermagem – por ambulância básica e quatro por USA – socorrista, técnico, médico e enfermeiro –, além das motolâncias, com um profissional cada", reiterou.

Dentre os atendimentos realizados durante o período junino, os traumas relacionados à associação entre álcool e direção representam a maior demanda, como destacou Barros. “Os acidentes de trânsito ainda são as principais ocorrências atendidas pelo Samu e, em geral, são causados por embriaguez ao volante”, combinação não recomendada responsável, inclusive, pela congestão no atendimento, segundo a assessora técnica do Samu. “A conscientização é essencial para garantir que as comemorações não acabem mais cedo”.

Quanto ao atendimento telefônico, Priscila Barros destacou que, nos últimos anos, a modernização do sistema 192, pelo qual a população contata o Samu, tem garantido o pleno funcionamento do serviço. “Atualmente contamos com uma central digital que permite o atendimento de até 200 ligações simultâneas, mas é fato que os trotes, muitas vezes, prejudicam a prestação do nosso serviço”.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.