O Mundo | Venezuela

Maduro chama de ''inútil'' oposição que não reconhecerá novo mandato

Venezuelano indica que não cederá ao ultimato dos opositores e dos países vizinhos; exportação de petróleo aos EUA é a menor em 30 anos
08/01/2019

CARACAS - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, indicou que não cederá à pressão dos opositores e do Grupo de Lima, formado por 14 países das Américas, que na sexta-feira e no sábado pediram que ele não assuma o seu novo mandato, sob o argumento de que as eleições que o confirmaram no poder careceram de legitimidade

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte